Ciência

Arqueólogos descobrem sistema avançado de filtragem de água em antiga cidade maia

Redação Hypeness - 01/12/2020 | Atualizada em - 02/12/2020

Antigas civilizações encontraram formas engenhosas de fazer a água chegar à população, a exemplo dos aquedutos romanos. Recentemente, um estudo publicado na “Scientific Reports” mostra que também os maias possuíam um método vanguardista de não só distribuir como também filtrar a água. Eles usavam o quartzo e a zeólita para purificar o líquido. A descoberta foi feita no reservatório de Corriental, que abastecia a cidade de Tikal.

Máscara do rei mais longevo da civilização maia do século VII é achada no México 

As construções maias no Parque Nacional de Tikal, na Guatemala.

Pesquisadores foram até a região onde ficava a cidade, localizada atualmente na Guatemala, e coletaram água de alguns reservatórios. Eles identificaram a presença dos minerais na água do reservatório de Corriental. As camadas depositadas deles permitiram que os cientistas estimassem que eles foram colocados ali entre 965 a 2.185 anos atrás, algo por volta do ano 400 a.C e 900 d.C. O mais surpreendente é que os dois minerais são usados ainda hoje em sistemas de purificação de água. 

Os antigos maias viviam em um ambiente tropical e tinham que ser inovadores. Esta é uma inovação notável”, diz Kenneth Barnett Tankersley, principal autor do estudo. 

Altar maia de 1,5 mil anos revela disputa por poder ao estilo ‘Game Of Thrones’  

Turistas passeiam pelo Parque Nacional de Tikal.

Análises feitas pela equipe de pesquisa da Universidade de Cincinnati indicam mostram que tanto o quartzo quanto a zeólita foram colocados ali de forma intencional. Eles deduziram que os minerais foram retirados de um aquífero de rocha vulcânica que fica a cerca de 29 quilômetros de Tikal. 

Acredita-se que alguns maias tenham percebido a diferença na aparência e no gosto da água do aquífero e decidiram levar a areia dali para o reservatório de Corriental. Lá, ela exerceu um papel importante em um sistema de filtragem que limpava a água corrente. O quartzo ajudava a retirar da água metais pesados e nitrogênio, enquanto a zeólita, composta por silício e alumínio, limpava a água de pequenos micróbios e toxinas. 

Egito encontrou nada menos do que mais de 100 sarcófagos com 2,5 mil anos

Imagem aérea do Parque Nacional de Tikal.

Publicidade

Fotos: Getty Images


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.