Debate

Cleo diz que pessoas são julgadas por falar de sexo: ‘Acha que vai sair dando’

por: Redação Hypeness

Conhecida por falar abertamente sobre sexo, a atriz e cantora Cleo afirmou, em entrevista ao programa “Prazer, Feminino”, da GNT, que pessoas como ela são constantemente julgadas. 

“Às vezes só porque você fala sobre sexo de forma natural as pessoas tentam te rotular, que vão chegar em você e você vai sair dando ou acham que você sabe todas as gírias e posições e que você é ‘performática’. Tem dias em que você quer só um papai e mamãe. Já tive que ser meio grossa por isso”, disse a atriz durante a conversa.

– Cleo Pires cita Rihanna e diz que foi atacada quando ganhou peso: ‘Pressão estética’

Durante o papo com as apresentadoras Karol Conka e Marcela McGowan, Cleo também refletiu sobre as diferentes fases que as mulheres passam em relação ao sexo. 

– Cleo Pires expõe relações tóxicas com ‘manipulação’ e ‘sexismo’ e levanta debate importante

“Há momentos em que você está muito sexual, mas não está pegando muita gente. Ou está sexual só com uma pessoa. Já menti sobre fases que estava passando o rodo e fingi que não estava porque não me encaixaria em algumas rodas”, afirmou.

A cantora admitiu ainda que, quando era mais jovem, pensou que poderia inventar histórias para parecer mais sexual por ser curiosa e ter vontade de explorar a “liberdade da mulher”. A artista também contou que tinha vergonha de admitir carência em alguns momentos, mas que agora encara com naturalidade. 

– ‘Tinha vergonha de ir para os lugares’, Cleo Pires desabafa sobre gordofobia e redes sociais

Sincera, Cleo admitiu que já fingiu ter chegado ao clímax diversas vezes. “Era uma orquestra de gemidos com uma performance”, brincou. 

Publicidade

Foto: Reprodução / Instagram


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.


X
Próxima notícia Hypeness:
Influenciadora sugeriu que negros fedem e usou desculpa manjada para justificar racismo