Sem categoria (Não Aparece No Site)

Day 6: problemas de saúde mental entre integrantes são tratados com compreensão e mais ‘transparência’

23 • 12 • 2020 às 11:00
Atualizada em 04 • 01 • 2021 às 18:01
Redação Hypeness
Redação Hypeness Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Depressão e distúrbios de ansiedade são comuns em todos os setores de atividade humana. Depois da morte da jovem cantora Sulli, em outubro de 2019, e de episódios como o do cantor Kang Daniel, que em dezembro cancelou atividades em função de um diagnóstico de depressão e risco de síndrome do pânico, o universo do k-pop tem se mostrado mais cauteloso em relação a seus ídolos. O grupo Day 6, que em 10 de maio suspendeu as promoções do novo trabalho “The Book of Us: The Demon”, por conta de sintomas de alta ansiedade em alguns integrantes (que realizaram exames, segundo comunicado da produtora JYP Entertainment), tem recebido solidariedade e compreensão.

Isso ficou claro numa troca de mensagens publicada no Twitter e Instagram pelo integrante Jae. Foi ele mesmo quem postou nesta quarta-feira (20/5) a imagem de uma conversa que teve com Park Jin Young, fundador da JYP, em suas contas nas redes sociais. Park inicia elogiando o cantor pelo sucesso de “Zombie”, faixa de “The Book of Us: The Demon”, lançado em 11 de maio. “Muito obrigado! Peço desculpas pelos problemas que causei nesse retorno. Vou melhorar o mais rápido possível e voltar em breve! Sempre agradeci por sua orientação e demonstração de como os artistas devem ser”, respondeu Jae.

“Vai com calma, Jae. O objetivo de nossas vidas não é ser feliz? Eu tive que lutar para encontrar o que é felicidade. Então, prefiro que você passe por esses momentos e encontre uma resposta verdadeira para sua vida, em vez de apenas perseguir algo que você nem conhece”, orientou o produtor Park Jin Young.

No diálogo Park diz para Jae não se preocupar e que a saúde é mais importante que fazer shows. Por ali percebe-se que a relação entre eles é diferente do que se geralmente vê entre empresário e artista. Talvez porque Park tenha começado sua carreira como cantor em 1994 (ele também é ator). Três anos depois ele fundou a JYP Entertainment e tornou-se um dos mais influentes produtores musicais do país; foi inclusive o primeiro asiático a ter sucesso para os EUA, em 2004, produzindo para Will Smith e Mase.

Publicidade

Foto: Wikipédia


Canais Especiais Hypeness