Debate

Letícia Spiller chama Marcius Melhem de ‘pessoa querida’ e erra ao criticar Dani Calabresa

por: Yuri Ferreira

A atriz global Letícia Spiller falou que o comediante Marcius Melhem, que responde a acusações de assédio sexual, é uma ‘pessoa querida’ e criticou Dani Calabresa, vítima no caso, por uma suposta demora em fazer a denúncia. A história veio à tona após reportagem da Piauí mostrar que Melhem assediou moralmente e sexualmente Calabresa e outras cinco mulheres do Departamento de Humor da Rede Globo de Televisão.

– Piauí: Marcius Melhem tirou pênis pra fora durante assédio e perseguiu Dani Calabresa: ‘Quem mandou estar muito gostosa?’

Letícia deu aula do que não se faz em um caso de assédio: criticou a vítima e exaltou o predador

Spiller deu uma entrevista ao programa de rádio ‘Reclame’, da PlayFM, e foi questionada sobre os relatos chocantes da matéria da Piauí sobre a situação envolvendo Marciu Melhem, ex-chefe do núcleo de humor da TV Globo. O trabalho de reportagem causou comoção ao revelar as entranhas do abuso de poder no entretenimento brasileiro. A fala de Letícia Spiller surpreendeu pela falta de bom senso.

– Dani Calabresa diz que precisou se defender e advogada critica postura de Marcius Melhem

“Eu tive a sorte de nunca ter sofrido esse tipo de coisa. Porque se eu tivesse sofrido, eu ia colocar a boca no mundana hora, não iria esperar quatro anos. Por um lado acho muito bacana que as mulheres tem mais voz, mas por outro acho que demorou muito pra fazer essa denúncia. […] Não concordo com essa demora em fazer essa denúncia tanto tempo depois. Quem tá vendo fica questionando por que demorou tanto a fazer essa denúncia”, disse a atriz.

A jornalista Monica Salgado afirma que a denúncia foi feita na época, mas dentro do sistema de compliance da emissora. Letícia prova que não leu a matéria atentamente e que opina sem base no caso ao afirmar que não sabia disso.

“Eu já ouvi outros casos de assédio, de diretores que abusam do poder para assediar uma jovem atriz, ou não, porque a gente soube de vários casos, de várias pessoas diferentes. Não só o Marcius. O Marcius está virando agora o (exemplo) da situação, mas tiveram muitos outros casos na empresa, que a gente sabe. Por outro lado eu conheci o Marcius e nunca me pareceu uma pessoa que fizesse esse tipo de coisa tão agressiva. Uma pessoa muito, querida, inclusive. É duro receber uma notícia sobre uma pessoa querida, de bom coração. Por outro lado acho que as mulheres têm que ter coragem de falar, porque esse tipo de coisa não pode existir”, disse.

– Dadá Coelho sobre demissão da Globo: ‘muito nordestina para ter um quadro no ‘Fantástico”

Veja o vídeo protagonizado por Letícia Spiller:

Publicidade

Fotos: Reprodução/Twitter


Yuri Ferreira
Jornalista formado na Escola de Jornalismo da Énois. Já publicou em veículos como The Guardian, UOL, The Intercept, VICE, Carta e hoje escreve aqui no Hypeness. No twitter, @porfavorparem.


X
Próxima notícia Hypeness:
Senador pensa que está fora do ar e mostra dedo do meio ao falar de pandemia