Ciência

Mapa interativo mostra quais populações originárias viviam onde hoje são os países modernos

por: Vitor Paiva

Antes de qualquer debate a respeito de imigração ou das fronteiras dos países que formam o continente americano, é importante lembrar que vivemos sob território indígena não cedido, e sim tomado dos povos originários. Pois é isso que nos lembra o projeto Native Land, um mapa interativo criado por Victor Temprano, desenvolvedor e fundador da empresa Mapster, especializada em mapas: quais grupos indígenas viviam em cada território do planeta antes das tantas invasões.

Criado em 2015, Native Land de cara nos pontua, quando entramos na plataforma, que aquele não é um trabalho definitivo, e que as determinações apontadas no mapa estão em constante aprimoramento – trabalhando principalmente com o feedback dos usuários e contribuições das próprias comunidades a fim de tornar a informação ainda mais precisa. Para além das grandes fronteiras e determinações mais amplas, a plataforma permite que cada usuário digite o próprio endereço, a fim de tentar descobrir qual população indígena vivia no ponto hoje ocupado por sua casa.

As diversas etnias pela América do Norte

“Eu sinto que os mapas ocidentais mostrando as nações indígenas são comumente inerentemente colonialistas, no sentido de delegarem poder de acordo com fronteiras impostas, que na realidade não existiam em muitas nações ao longo da história”, diz um antigo texto de apresentação da plataforma. “Raramente eles foram criados de boa fé, e frequentemente são utilizados de maneiras erradas. Estou aberto às críticas sobre o projeto, e também a sugestões e mudanças”, diz o texto, escrito por Temprano quando da criação da Native Land – que desde 2018 se tornou uma organização sem fins lucrativos, e passou a ser gerida por uma direção executiva indígena.

Território nativo australiano

A plataforma se divide entre os territórios originários, os idiomas ou os tratados. Por motivos que não ficam claros, a plataforma traz com muito mais detalhes o território da América Central e do Norte, e a parte correspondente ao que hoje chamamos de continente africano, boa parte da Ásia e do Brasil não traz suas informações de origem, a não ser por uma pequena parte apontada no dito território brasileiro como sendo originalmente guarani.

Parte da América do Sul e o Brasil

 

Publicidade

© fotos: reprodução


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.


X
Próxima notícia Hypeness:
Terra encerrou 2020 com rotação mais rápida desde 1960