Debate

Monólito encontrado em deserto nos EUA intriga a todos – e depois desaparece

Vitor Paiva - 01/12/2020

Há alguns dias as notícias internacionais se aproximaram do cinema com uma notícia exótica e misteriosa: como se uma cena de 2001 – uma odisseia no espaço, mas na vida real, um monólito de metal foi encontrado em um cânion no condado de Red Rock, no estado de Utah, nos EUA. Com 3,7 metros de altura e encontrado no meio de um local tão remoto que as autoridades não sabem como o objeto pode ter chegado até ali, o “monólito de Utah” foi encontrado por um piloto de helicóptero que sobrevoava o local para realizar uma contagem de carneiros selvagens. Depois de o objeto ganhar as manchetes, um novo mistério surgiu: passados menos de 15 dias da descoberta, o monólito simplesmente desapareceu.

O monólito de Utah © Bureau of Land Management

Foi outro piloto de helicóptero que noticiou o desaparecimento, e o Bureau of Land Management, que cuida do território, afirmou que “não retirou a estrutura considerada propriedade privada”, Segundo o órgão, relatos confirmaram que uma pessoa ou um grupo removeu o monólito na noite do último dia 27 de novembro. Algumas pessoas que acampavam na região visitaram o local antes do desaparecimento, confirmando a dificuldade de se alcançar o ponto. Se a origem do objeto já era misteriosa, o enigma se ampliou ainda mais com o desaparecimento do “monólito de Utah”.

© Mark Santamaria

Os famosos “detetives da internet” se juntaram para tentar resolver o dilema a respeito da origem do monólito. Algumas especulações sugeriam se tratar de objeto alienígena, ou uma homenagem ao filme 2001, de Stanley Kubrick, ou um objeto abandonado como parte de um cenário de alguma antiga filmagem, enquanto outros trataram de afirmar se tratar de objeto de arte – o fotógrafo artísticos Eliot Lee Hazel, que mora próximo à região, chegou a ser apontado como autor.

© Bureau of Land Management

O fato, porém, é que o monólito segue um mistério, e seu desaparecimento mais ainda permanece sem explicação.

O que restou do monólito depois do desaparecimento © Jim Mackay/Instagram/Reprodução

Publicidade

© fotos: créditos


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é mestre e doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Publica artigos, ensaios e reportagens, é autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.


Warning: file_put_contents(/var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/cache/twitter-stream-hypeness.txt): failed to open stream: Permission denied in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/social.php on line 410


X
Próxima notícia Hypeness:
Máscaras de lote vencido em 2004 são entregues a profissionais da saúde indígenas