Arte

Murais ecológicos que limpam o ar ganham projeções noturnas contra o desmatamento

Redação Hypeness - 11/12/2020

Quando a arte e a sustentabilidade se unem, o resultado são portas que se abrem para novas possibilidades de existência. O projeto Converse City Forests, da marca criadora de um dos tênis mais amados do mundo, aposta na união dessas duas potências para reforçar a luta por um futuro em que natureza e seres humanos possam viver em harmonia.

Os murais pintados com tinta fotocatalítica, tecnologia que atua na filtragem do ar, chegam a São Paulo para uma ação muito especial. A cidade ganha uma nova paisagem, graças à obra “Pindorama”, criada por Rimon Guimarães, com inspiração em referências e pesquisas sobre povos originários brasileiros. Uma homenagem que materializa o imaginário indígena como indivíduo. 

Para gerar reflexões sobre os direitos e importância da preservação da cultura dos povos indígenas, e a forma como nos relacionamos atualmente com o meio ambiente, a partir do dia 28 de novembro, das 18h às 22h, o mural recebe animações projetadas do Studio Curva. 

 

No mural, o Rimon pintou animais simbólicos para os povos originários, como por exemplo Kianumaka-Maná, a deusa onça do povo Menihaku. A obra traz ainda uma planta e o sol representando a fauna e flora brasileiras e uma personagem assexuada, que surge ostentando uma vestimenta ritualística feminina Jurupixuna, registrada no século XVIII por Alexandre R.F. em suas expedições. Já a face com a máscara foi um apanhado do estilo do artista, inspirado por pinturas faciais Kayapó e Xikrin. 

A paisagem remete ao tempo em que São Paulo foi selva – mas não de pedra – e era possível ver o horizonte com serras ao fundo, além dos pássaros ocupando os céus e rios em abundância, tudo com referências aos quatro elementos na natureza.

 

A empena pode ser vista por quem passar pelo Minhocão, além de ruas próximas e sacadas dos prédios até o dia 5 de dezembro. A região central foi a localização escolhida por conta do grande fluxo de pessoas e carros, além da disposição dos prédios, para que a tecnologia da tinta possa ter o efeito desejado. 

Esta edição de Converse City Forests no Brasil equivale ao plantio de 750 árvores, mas o projeto já rodou o mundo. Outros murais finalizados ficam nas cidades de Bangkok, Warsaw, Belgrade, Santiago, Sydney, Lima, Johannesburg, Manila, México e Ho Chi Minh City. Até o final deste ano, Converse tem como objetivo a pintar mais de 14.000 metros quadrados de murais ao redor do mundo, que juntos equivalem ao plantio de aproximadamente 40 mil árvores. 

 

Publicidade

Fotos: Divulgação


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Warning: file_put_contents(/var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/cache/twitter-stream-hypeness.txt): failed to open stream: Permission denied in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/social.php on line 410


X
Próxima notícia Hypeness:
Por dentro do imaginário ‘solarpunk’ do arquiteto belga Luc Schuiten