Arte

‘Negro Muro’ exalta Cartola e cultura afro em paredes do Rio de Janeiro

Redação Hypeness - 15/12/2020 | Atualizada em - 21/12/2020

A arte de rua como forma de homenagear personalidades pretas. Desde 2018, o projeto Negro Muro pinta pelas ruas do Rio de Janeiro rostos de nomes importantes da cultura negra, que muito lutaram contra o racismo e ensinaram sobre resistir e buscar a sua ancestralidade. 

10 grafiteiros brasileiros que fazem sucesso na gringa

O mural de Marielle Franco foi pintado em 2018 e reformado em 2019.

São pessoas como Cartola, Marielle Franco e Moacir Santos que têm suas imagens lembradas pelas mãos do grafiteiro Cazé, que costuma ser abordado enquanto cria e aproveita para ensinar às pessoas que passam pelas ruas sobre o porquê do projeto. 

Você explica o projeto e tentar instruir aquela pessoa que desconhece daquele universo. Do universo urbano, do universo do Negro Muro, da importância do Moacyir. Então o nosso papel acaba sendo também como arte educador”, conta o artista, em entrevista à “TV Globo”. 

Pedro e Cazé posam à frente do mural em homenagem a Cartola.

O Negro Muro é uma criação de Pedro Rajão, pesquisador de história e cultura africana. Cansado de só ouvir a versão eurocêntrica dos fatos, ele procurou formas de descolonizar a História e mostrar outras perspectivas do que foi contado ao mundo. 

Muito além dos estereótipos: obras de arte que retratam negros ao longo dos séculos

A luta contra o racismo e a luta pela valorização da negritude é uma luta eterna e a arte de alguma forma pode fazer com que a gente se espelhe e se inspire para o nosso dia a dia”, explica, ao “RJ TV”, jornal local da Globo. 

A arte de Mussum, no morro do Gambá, durante o processo de criação.

A obra mais recente feita nos muros do Rio é do comediante Mussum, Morro do Gambá, na Zona Norte do Rio. Na rua do Riachuelo, no Centro, há o desenho de Mãe Beata de Iemanjá. Marielle Franco está na rua André Cavalcanti, na Lapa. A imagem da vereadora foi feita em 15 de março de 2018, um dia após seu assassinato. A pintura passou por uma atualização em 2019. 

Ela está olhando pra cima. A gente conseguiu trazer uma memória dela muito mais imponente, viva, com um olhar mágico. A pintura pra mim é de arrepiar”, diz Cazé.

15 cidades que todo fã de street art precisa conhecer

O Maestro Moacir Santos eternizado no muro pelas mãos de Cazé.

Publicidade

Fotos: Negro Muro/Instagram


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.


Warning: file_put_contents(/var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/cache/twitter-stream-hypeness.txt): failed to open stream: Permission denied in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/social.php on line 410


X
Próxima notícia Hypeness:
Brisa Flow canta em festival que promove culturas indígena e negra do Brasil