Futuro

Nüwa: o projeto para uma cidade autossustentável em Marte

Vitor Paiva - 08/12/2020 | Atualizada em - 05/03/2021

Um dia chegaremos em Marte, e se até pouco tempo tal feito parecia estrito às mais impossíveis ficções científicas, esse dia agora parece breve, quase já visível no horizonte dos avanços tecnológicos e feitos da humanidade. Pois foi se antecipando a esse amanhã que a Mars Society, uma ONG estadunidense dedicada à futura exploração do planeta vermelho, convocou escritórios de arquitetura para apresentarem projetos de cidades sustentáveis a serem construídas para ocupação humana em Marte.

Foram 175 projetos inscritos, e 10 selecionados para as finais do concurso Mars City State Design – vindos de países como Canadá, Austrália, França, EUA, Áustria e Alemanha. A ideia era que as cidades projetadas tivessem a capacidade de receber 1 milhão de pessoas. Dentre os finalistas estava o projeto do escritório espanhol Abiboo – intitulado Nüwa, a cidade foi pensada em uma projeção vertical e construída a partir de uma arquitetura modular.

O projeto espanhol foi dividido em 5 cidades de 200 mil habitantes, tendo Nüwa como a capital, cada uma efetivamente projetada para se adaptar às mais diversas superfícies do nosso planeta vizinho.

Os “prédios” são inseridos em montanhas através da construção de túneis conectados internamente – recebendo espaços residenciais e de trabalho. As construções também oferecem claraboias e paredes translucidas para revelar a impactante e desértica paisagem marciana – a ideia é que essas copas sejam construídas a partir do material extraído da construção dos túneis. Cada módulo construído em Nüwa terá dois andares, que incluem áreas verdes, jardins urbanos, espaço para arte e mais – como animais e corpos d’água.

O concurso ofereceu prêmios de 10 mil dólares ao primeiro colocado, 5 mil dólares ao segundo projeto, 2.500 dólares ao terceiro, 1.000 ao quarto e 500 ao quinto melhor colocado. “Nossos finalistas realizaram um trabalho maravilhoso, apresentando os requisites para o estabelecimento humano em longo prazo no planeta Marte, levando diversos fatores importantes em consideração”, disse Dr. Robert Zubrin, presidente da Mars Society.

“Seus esforços detalhados irão ajudar tanto a comunidade científica quando o público geral a entender melhor o que será necessário para estabelecermos a primeira grande cidade no planeta vermelho, em um futuro não tão distante”.

O resultado do concurso foi anunciado recentemente, e o projeto vencedor foi o multinacional Nexus Aurora. O projeto espanho Nüwa não se classificou entre os 5 melhores colocados ao fim do concurso – e o resultado final completo pode ser visto aqui.

Publicidade

© fotos: divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.


Warning: file_put_contents(/var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/cache/twitter-stream-hypeness.txt): failed to open stream: Permission denied in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/social.php on line 410


X
Próxima notícia Hypeness:
Atriz indicada ao ‘Globo de Ouro’ muda nome para retomar suas raízes em África