Sustentabilidade

O que é a alfabetização ecológica e como ela pode criar um futuro mais sustentável

por: Vitor Paiva

No futuro, junto da matemática, química, português e história, as escolas ensinarão sobre jardinagem, ecologia, conscientização ambiental, sustentabilidade e a necessidade de cuidarmos da natureza e do planeta em que vivemos. É nisso que se baseia a “Alfabetização ecológica”, a fim de oferecer para as próximas gerações não só um planeta cheio de questões e problemas, mas também um caminho para encontrarmos as soluções para os dilemas ambientais que hoje ameaçam esse justo futuro.

© Getty Images

A ideia se baseia na importância de disseminar o conhecimento dos tantos pensadores ecológicos e dos projetos de conscientização ambiental que já existem, pela formação de indivíduos que compreendam e possam se envolver com a causa ambiental. Conforme mostra reportagem do site Ciclo Vivo, somam-se às próprias informações diretamente ambientais a conscientização sobre questões sociais, ambientais, políticas e culturais para se formar assim o arcabouço do que poderá ser chamado dessa alfabetização verde, fundamental para a manutenção de um futuro sustentável.

© Getty Images

Para o austríaco Fritjof Capra, ambientalista e pioneiro na defesa do conhecimento ecológico para as crianças, a preservação do futuro da humanidade passa necessariamente pela reintegração do indivíduo com a natureza durante a infância. Um exemplo de tais premissas postas em prática é o Projeto Jardineiro, criado em 2008 no sítio A Boa Terra, em Itobi, no interior de São Paulo, em parceria com a Escola Estadual Prof. José Zilah Gonçalves dos Santos., a empresa Terra Viva e a prefeitura da cidade.

Turmas no Projeto Jardineiro © Facebook

Com duração de 4 anos, o projeto acontece em 6 encontros anuais para cada turma, acompanhando os anos iniciais do ensino fundamental. Através de jogos e brincadeiras no sítio, histórias e atividades na horta, caminhadas e o preparo de alimentos, a criançada aprende sobre preservação e os cuidados com o meio-ambiente se conectando com a natureza. Até 2019 o Projeto Jardineiro já tinha formado mais de 4 mil alunos, e atendia 100% da rede escolar do município de Itobi. Para saber mais sobre o projeto, que teve de interromper suas atividades por conta da pandemia, basta acessar a página no Facebook aqui.

© Facebook

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Publicidade

© fotos: créditos


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.


X
Próxima notícia Hypeness:
Golfinhos sofrem com doença de pele letal provocada por emergência climática