Debate

Parlamentares negras recebem ameaças de morte e xingamentos racistas padronizados

Redação Hypeness - 08/12/2020

Carol Dartora (PT-PR), a primeira vereadora negra da história eleita em Curitiba, foi vítima de ameaças de morte por e-mail em um padrão que tem se espalhado contra parlamentares e políticas negras em 2020

O correio eletrônico utiliza termos como ‘macaca fedorenta‘, ‘aberração‘ e outras expressões racistas para se referir às mulheres negras que tem conquistado espaços de poder em diversas cidades. A ameaça inclui o endereço das mulheres e é assinado pelo pseudônimo de Ricardo Wagner Arouxa.

Mais uma política negra ameaçada de morte; casos tem aumentado após eleições de novembro

“Eu não vou sair chorando, gritando. Não é a primeira vez na minha vida que sofro injúrias raciais, isso faz parte do cotidiano de pessoas negras. Me elegi falando de questões raciais, foram quase 9.000 pessoas que depositaram um voto de confiança em mim. Eu vou entrar naquela Câmara de Vereadores dia 1º [de janeiro] e fazer esse debate”, afirmou, em vídeo, a recém-eleita vereadora pela capital paranaense.

Ana Lúcia Martins (PT-SC), também primeira parlamentar negra de seu município, Joinville, em Santa Catarina, recebeu ameaças de morte no Twitter e também recebeu um e-mail com o mesmo conteúdo.

Duda Salabert (PDT-MG) também foi alvo de ameaças. Branca, Duda foi a primeira vereadora trans eleita em Belo Horizonte e foi alvo do mesmo texto de e-mail, com a substituição de injúrias raciais por ofensas transfóbicas. No caso de Duda, ainda colocaram a escola em que trabalha como professora na mira das ameaças.

“Estou sofrendo ameaças de morte. Ontem recebi esse email. E pior: o grupo odioso enviou esse mesmo email para os donos e para a direção da escola onde trabalho. É uma estratégia não só para me intimidar, como também para forçar que a escola me demita”, relatou a parlamentar eleita no Twitter.

Suellen Rosin (PATRI-SP), eleita prefeita de Bauru, uma das principais cidades do interior paulista, também recebeu e-mail com o mesmo conteúdo, além de mensagens de ódio com cunho racista em grupos de Whatsapp com membros da oposição.

Talíria Perrone (PSOL-RJ) também foi alvo da mesma ameaça:

Segundo apuração do Diário do Centro do Mundo, o codinome Ricardo Wagner Arouxa é utilizado por usuários do site dogolachan, fórum anônimo de extrema-direita da Deepweb, ligado às chacinas escolares de Suzano e casos de pedofilia. O nome é uma alusão ao compositor Wagner, notório antissemita e compositor favorito de Adolf Hitler.

Ricardo Wagner Arouxa, estudante de análise e desenvolvimento de sistemas na UniCarioca, afirma que não tem relação com o grupo que utiliza seu nome para fazer as ameaças.

“As autoridades competentes estão se empenhando no caso e gostaria de enfatizar que é necessário que a imprensa abra os olhos para o que aconteça debaixo do nosso nariz. A blogueira Lola Aronovich é vítima do mesmo grupo há anos e eles fazem literalmente o que querem com a extrema certeza de que são inimputáveis”, afirmou o jovem.

Publicidade

Foto: Reprodução/Instagram


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.


Warning: file_put_contents(/var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/cache/twitter-stream-hypeness.txt): failed to open stream: Permission denied in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/social.php on line 410


X
Próxima notícia Hypeness:
Ator de ‘Animais Fantásticos’ é condenado a prisão por assédio sexual