Fotografia

Projeto retrata representantes dos povos nativos dos EUA em trajes tradicionais

Vitor Paiva - 10/12/2020 | Atualizada em - 05/03/2021

Quando decidiu fotografar a população de origem indígena do estado do Novo México, nos EUA, o fotógrafo Craig Varjabedian tinha como objetivo registrar a cultura e trazer um pouco de um passado glorioso para o presente. O resultado, no entanto, de seu ensaio foi além de simplesmente tornar em imagem as marcas e traços nativos – e acabou também por registrar o próprio laço criado entre o artista e seu objeto: como uma verdadeira colaboração, o trabalho mostra que uma foto é feita de muito mais do que somente uma câmera apontada para uma direção.

Para Varjabedian, se empatia já era palavra-chave em seu trabalho, além de seu próprio interesse profundo sobre a cultura nativa estadunidense esse ponto de encontro se deu também a partir da sua própria história familiar: seu avô fugiu do grande Genocídio Armênio, uma das grandes tragédias do início do século XX, em evento que provocou forte impacto em sua concepção familiar. Assim, para ele a conexão com a história de perseguição e massacre vivida pelos nativos dos EUA não era somente um gesto empático – era similar à sua história.

“Para alcançar o que eu acredito ser um retrato bem sucedido, é necessário se conectar de algum modo com a pessoa sendo fotografada”, afirmou o fotógrafo à reportagem do site Bored Panda. “A confiança pode ser estabelecida, mas leva tempo. Eu genuína e profundamente me importo com as pessoas que fotografo, e acredito que isso surge durante nossa interação inicial. Conversamos e dividimos histórias e descobrimos pontos em comum – e assim o respeito se estabelece”, concluiu.

O resultado de seu encontro com nativos de diversas etnias originárias do país foi reunido no livro “Light of the Great Mistery” (Luz do Grande mistério, em tradução livre), que pode ser adquirido aqui.

Publicidade

© fotos: Craig Varjabedian


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutor em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Warning: file_put_contents(/var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/cache/twitter-stream-hypeness.txt): failed to open stream: Permission denied in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/social.php on line 410


X
Próxima notícia Hypeness:
11 de setembro em fotos inéditas encontradas em álbum do Dia dos Namorados