Diversidade

Senado derruba portaria da Fundação Palmares que exclui personalidades negras

Redação Hypeness - 18/12/2020 | Atualizada em - 22/12/2020

Na última quarta-feira (16/12), o Senado brasileiro aprovou a revogação da portaria da Fundação Cultural Palmares que tinha como objetivo a exclusão de 27 personalidades negras da lista de nomes homenageados pela instituição. De autoria do senador Alessandro Vieira (Cidadania), de Sergipe, o projeto de decreto legislativo ainda precisa ser aprovado pela Câmara dos Deputados.

De acordo com informações da “Folha“, os únicos senadores que votaram a favor da portaria — que vai contra os princípios fundamentais da Fundação Palmares de exaltar a produção de pessoas negras e de lutar contra o racismo no Brasil — foram Flávio Bolsonaro (Republicanos), do Rio de Janeiro, Soraya Thronicke (PSL), do Mato Grosso do Sul, e Zequinha Marinho (PSC), do Pará.

– Sérgio Camargo, da Fundação Palmares, é notificado pelo MPF após selo negando o racismo

A Fundação Palmares tem como objetivo valorizar a produção de pessoas negras e combater o racismo | Foto: Divulgação / Ogan Luiz Alves

No início de dezembro deste ano, a Fundação ligada ao governo federal e, hoje, presidida por Sérgio Camargo (aliado político do presidente Jair Bolsonaro) publicou uma nota, no próprio site, em que informava a retirada de nomes de peso para a valorização da negritude no Brasil da lista de homenageados do órgão.

Entre eles, estavam personalidades como Elza Soares, Gilberto Gil, Benedita da Silva, Conceição Evaristo, Sandra de Sá e outros 22 nomes que marcam a resistência e a preservação da memória, da arte, da cultura e da ancestralidade negras no país.

– Dandara dos Palmares e Luísa Mahin são eleitas heroínas da pátria pelo Senado

“Ocorre que a Fundação Cultural Palmares tem sofrido grande revés desde a nomeação de Sérgio Nascimento de Camargo para o cargo máximo da entidade”, disse o senador Fabiano Contarato (Rede), relator da matéria contra a portaria no Senado, segundo a “Folha”.

“Décadas de história, relevância e contribuição têm sido destruídas em poucos meses”, completou Contarato.

De acordo com ele, “a portaria foi criada para fundamentar a exclusão de lideranças negras que não se alinham a ideologias e vertentes políticas e religiosas do atual governo federal”.

A cantora Elza Soares faz parte da lista de nomes que seriam excluídos das homenagens da Fundação Palmares

Publicidade

Foto 1: Créditos na imagem / Foto 2: Getty Images


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.


Warning: file_put_contents(/var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/cache/twitter-stream-hypeness.txt): failed to open stream: Permission denied in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/social.php on line 410


X
Próxima notícia Hypeness:
Vogue é estrelada por modelo abandonada na infância por albinismo