Reverb

‘Snoop Dogg brasileiro’: Jorge André viraliza como sósia e ‘primo’ do rapper americano

Bárbara Martins - 23/12/2020 | Atualizada em - 04/01/2021

Snoop Dogg, 48 anos, ganhou mais um motivo para adorar o Brasil. O rapper americano — que tanto se divertiu no clássico clipe de “Beautiful“, gravado no Rio de Janeiro em 2003 —, descobriu recentemente um sósia no país ao ver um vídeo do fluminense Jorge André, 39, rodar pela internet. “Encontrei meu primo no Brasil”, escreveu o próprio Snoop (em tradução livre) na legenda da publicação com mais de 2,7 milhões de visualizações no Instagram. Em entrevista ao Reverb, o “Snoop Dogg brasileiro” conta um pouco da história por trás do sucesso repentino nas redes.

“Foi a melhor coisa do mundo, eu nem imaginava que ia acontecer isso, botei (o vídeo) sem maldade”, conta Jorge, nascido e criado em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, onde vive com a mulher e os três filhos. Dono de um lava a jato, Pingo — como é conhecido pela vizinhança — também trabalha como vendedor de tequila em festas, em eventos de rua e no carnaval do Rio, momento em que mais escuta comentários sobre a semelhança com o cantor de “Sensual Seduction“.

“Quando me falaram que eu parecia com esse rapaz aí (Snoop), eu comecei a investigar a vida dele e pensei: ‘não é que ele parece comigo mesmo?’ Aí comecei a ver os clipes, as danças, tudinho”, explica o sósia, que não conhecia muito do trabalho do Dogg original, mas sempre foi  de música negra. “Desde pequeno, eu dançava muito Michael Jackson, mas eu sempre gostei de hip-hop, todos os tipos de hip-hop”, conta.

Com o sucesso do vídeo no Instagram de Snoop Dogg, Jorge André passou a se dedicar ainda mais à semelhança com o rapper americano

dança, inclusive, foi aspecto fundamental no vídeo repostado por Snoop, e Jorge faz questão de reforçar que os movimentos são de autoria dele, não do rapper. “Ele não dança que nem eu danço, né? Só fica naquele balanço dele”, explica.

Ao lado de amigos como o assessor Adailton Tavares (dono da voz por trás da câmera no vídeo acima), Jorge continua gravando vídeos e movimentando suas redes sociais. “Toda vez que a gente faz os vídeos aqui, bomba, é ele que grava tudo”, diz Pingo. Com planos de produzir paródias em português de clipes como o clássico “Beautiful“, de 2006, o “primo brasileiro” também é celebridade fora do mundo virtual. “Quando eu vou ao shopping, para o shopping. Onde eu tô, é ‘Snoop’ toda hora, é ‘tchau'”, conta.

Jorge André é o ‘Snoop Dogg BR’, morador da cidade de Duque de Caxias, no Rio de Janeiro

Publicidade

Fotos: Reprodução / Instagram e Facebook


Bárbara Martins
Criada em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, é jornalista, fotógrafa e videomaker. Envolvida pela cultura, história e arte de subúrbios e periferias, dedicou pouco mais de dois anos à cobertura de pautas relacionadas à música como redatora do site Reverb, antigo parceiro do Rock in Rio. Em formação pela UFRJ, também tem experiência com produção de conteúdo para redes sociais, assessoria de imprensa e gravação de sessions e entrevistas.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.

Especiais