Reverb

‘Sua Majestade, o Bebê’: a música que embala recém-nascidos pelo Brasil

por: Veronica Raner

Quando um bebê nasce, toda a estrutura familiar muda. De repente, as atividades do lar passam a ser definidas de acordo com as necessidades daquele pequeno ser que acabou de chegar ao mundo e é visto quase como um rei. Essa percepção foi captada por Armando Cavalcante e Klécius Caldas, compositores da música “Sua Majestade, o Nenê”, um hit nas maternidades escolas e nos bancos de leite Brasil afora. Composta nos anos 1940, ela é hoje uma das músicas mais pedidas durante as sessões de musicoterapia, principalmente da Maternidade Escola da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

“Silêncio, ele está dormindo. Veja como é lindo, sua majestade, o nenê”. Os versos ficaram famosos ao serem interpretados nos anos 1950 pelo Trio Nagô, conjunto nordestino formado por Evaldo Gouvêia, Mário Alves e Epaminondas de Souza. “Foi o nosso primeiro sucesso”, contou Evaldo, aos 88 anos, ex-integrante do grupo que tornou a canção famosa, em entrevista ao Reverb.

“O hit saiu (para o resto do Brasil) daqui da Maternidade Escola do Rio, conhecemos por causa de um avô que estava com o neto internado. A filha dele estava desesperada porque a criança não fazia som, mas ela estava entubada. O avô então contou que cantava essa música para a mãe do bebê quando ela era pequena e nos ensinou. Aprendemos com ele e a adesão foi automática”, conta a doutora Martha Negreiros, responsável pelo setor de Musicoterapia da Maternidade Escola da UFRJ. Por uma questão de aproximação com o uso cotidiano do português, a letra da música foi alterada para “Sua Majestade, o Bebê”. Martha brinca que a canção é o sucesso que comanda a “primeira balada” dos recém nascidos.

Ela acredita que a música foi tão bem recebida nas sessões por conta da aproximação que causa com sua letra. “Esses versos ‘parece com o papai, com a mamãe também, parece com a vovó, não parece com ninguém’ (versos da música)… é exatamente isso, o bebê pequeno não parece com ninguém mesmo. A música hoje é o hit da maternidade”, diz.

Veja o vídeo gravado em várias unidades de banco de leite espalhadas pelo país:

Publicidade

Fotos: Musicoterapia Maternidade Escola da UFRJ


Veronica Raner
Jornalista em formação desde os sete anos (quando criou um "programa de entrevistas" gravado pelo irmão em casa). Graduada pela UFRJ, em 2013, passou quatro anos em O Globo antes de sair para realizar o sonho de trabalhar com música no Reverb. Em constante desconstrução, se interessa especialmente por cultura, política e comportamento. Ama karaokês, filmes ruins, séries bagaceiras, videogame e jogos de tabuleiro. No Hypeness desde 2020.

Especiais



X
Próxima notícia Hypeness:
Santa Mala: as irmãs imigrantes da Bolívia que querem fortalecer as mulheres do rap em SP