Debate

Xenófobo corrigiu idosa por erro, mas não esperava que ela fosse fluente na língua

por: Redação Hypeness

Todo mundo passa por constrangimentos na vida. Mas muitas situações embaraçosas poderiam ser evitadas com um pouquinho de sensatez. É o de um homem identificado apenas como Michael, protagonista de uma história contada no Reddit. 

Michael participava de uma sessão de videogame na casa de um amigo quando ouviu a conversa entre a esposa do cara e a avó dela, japonesa de nascimento. Estudante amador do idioma, o rapaz achou que seria prudente corrigir a gramática das duas. 

Não bastando ser inconveniente, ele partiu para a ignorância. “Achei que mulheres japonesas fossem educadas para serem submissas aos homens”, disse Michael quando as duas não queriam ouvir a sua explicação sobre suas próprias línguas nativas. 

Xenófobo corrigiu idosa por erro, mas não esperava que ela fosse fluente na língua

“Ele era apenas estúpido demais para os eu próprio bem”, continuou o amigo no depoimento publicado no site.

Podemos apenas supor que Michael estava muito confiante com suas habilidades em japonês. Mas ser confiante e realmente saber do que se está falando são duas coisas diferentes, não é mesmo? 

Ainda no depoimento, o homem, não identificado, contou que a esposa costumava fazer o jantar para os amigos que iam visitar nas noites de jogos e, já que a avó estava visitando, elas decidiram fazer um jantar autenticamente japonês, do qual Michael foi privado. “Ao invés disso, elas serviram hot dog sem molho para ele. Ninguém ousou questionar o cardápio”

‘Whitesplaining’

Essa atitude xenofóbica de Michael é conhecida como whitesplaining, uma abreviação para ‘whitesplaining‘ ou ‘pessoa branca explicando‘. E, como o nome sugere, é usado para descrever situações como esta em que Michael se meteu: quando uma pessoa branca decide dominar a narrativa sobre uma outra cultura da qual ele não tem conhecimento cultural ou mesmo herança genética.

Publicidade

Foto: Reprodução


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Médica debocha de pacientes intubados por ela em plantão: ‘kakakakka mais um eu peço música’