Inspiração

Xuxa diz que falou de abuso sexual para ‘proteger minha filha’

por: Redação Hypeness

Xuxa Meneghel conversou recentemente com a Revista Joyce Pascowitch. A apresentadora falou sobre temas como LGBTfobia, maternidade e também sobre o abuso sexual que sofreu durante a infância. A ícone de programas de TV e rainha dos baixinhos tem utilizado suas redes sociais e a enorme audiência para abordar assuntos de interesse público.

– Xuxa detalha abusos sofridos e diz ‘querer emprestar voz’ para crianças

Xuxa utiliza sua voz para falar sobre problema silencioso no Brasil; o assédio sexual contra menores de idade

Xuxa deu detlahes sobre os abusos sexuais que sofreu pelas mãos de familiares e de professores durante a idade escolar. É fato conhecido e notório que boa parte dos casos de assédio acontecem nesse período da vida das vítimas. A apresentadora, que disse querer proteger a filha Sasha, acredita que conscientizar pais, mães e crianças sobre o tema é uma parte importante da luta contra esse tipo de violência.

– Xuxa entra na Justiça para cassar título de jornalista que a acusou, sem provas, de pedofilia

“Eu tinha que ser um ser humano melhor, que errasse menos, que minha filha se orgulhasse de mim. Comecei a me ver e a me sentir diferente. Queria falar do abuso para proteger minha filha. Profissionalmente, comecei a dar um chega pra lá em pessoas que me tratavam como uma marionete porque não queria isso para a Sasha. Não foi da noite para o dia, fui me transformando, como uma lagarta que vira borboleta”, disse Xuxa à JP.

Segundo o Hospital Infantil Sabará, a maior parte dos abusos sexuais acontece entre os 8 e 12 anos de idade. 1 em cada 4 mulheres se lembra de sofrer um abuso durante a infância e 1 entre cada 10 homens também foi vítima dessa violência. Xuxa usa sua voz para falar sobre o tema.

– Xuxa vai doar R$ 1 milhão ao SUS para combate ao coronavírus

“Nós geralmente não queremos falar, porque é feio, porque não é certo, porque aprendemos que sempre tem que ter um culpado numa situação como essa. E é claro que nos sentimos culpados – eu me sentia culpada apenas por existir. Dos 4 até os meus 13 anos, eu passei por várias situações que me fizeram ter mania de limpeza. Tomo de 3 a 4 banhos por dia, tenho vontade de estar com crianças pois elas não me fariam nenhum mal – isso é coisa de adulto. Hoje, quero emprestar minha voz em campanhas para crianças que não falam, não gritam e choram sozinhas. Eu preciso fazer isso por elas, já que não fiz por mim”, destacou à Vogue nesse ano.

Publicidade

Foto: Reprodução/Instagram


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Samara Felippo posa nua com cabelos grisalhos e diz que ‘não existe idade para existirmos como quisermos’