Arte

Agenda Hype em casa: Afrofuturismo, The Very Black Show, Fenda e Rico Dalasam na programação

Gabriela Rassy - 26/01/2021 | Atualizada em - 27/01/2021

Vamos fechar janeiro bem lindas e com muita negritude. Destacão da semana vai para o Festival Afrofuturismo, com paineis falando de África e Diáspora, impacto da Inteligência Artificial e dos algoritmos no racismo estrutural, discotecagens e muito mais. O The Very Black Show estreia nova temporada com convidadas como Adriana Barbosa, criadora da Feira Preta, e a cantora Ellen Oléria.

Destaque musical fica com o mashup entre o grupo Fenda e Rico Dalasam, em um encontro que rendeu trocas maravilhosas.

Vem na minha!

#lives

Luciane Dom | Instagram Trace Brasil
Sexta, 29/01, às 19h
Grátis
Com um som que mescla MPB, com uma visão moderna do jazz e R&B, seu disco “Liberte Seu Banzo”, lançado em 2018, conta com a participação de Rubel e Carlos Malta, e tem os arranjos assinados por Rodrigo Ferrera (JahzMusic).

Festival Afrofuturismo | youtube da Vale do Dendê
29 e 30 de janeiro
Grátis
Qintess, fornecedora de soluções de tecnologia reconhecida como uma das 100 empresas mais inovadoras do País, e a Vale do Dendê, centro de inovação para as periferias de Salvador, apresentam a terceira edição do Festival Afrofuturismo, em uma edição 100% on-line. O festival trará lideranças, criadores e artistas de diferentes países da África e brasileiros para falar sobre o afrofuturismo nas artes, suas estéticas e as novas narrativas que estão surgindo globalmente. “Faremos uma rodada de conversas para discutir formas sobre como utilizar a tecnologia para integrar as comunidades africana e afro-brasileira”, revela o ganês Nana Baffour, que atualmente é Chairman, CEO & Chief Culture Officer da Qintess, uma das 10 maiores empresas de tecnologia do Brasil.

ZporZ Fest Verão | ZporZ – Youtube, Facebook e Instagram
28 e 31 de janeiro 
Grátis
A primeira edição do festival recebe grandes nomes da música popular brasileira, como Felipe Cordeiro, Jairo Pereira, Pedro Altério e Pedro Viáfora (5 a Seco), e João Donato e Donatinho. O evento também contará com a parceria da Conexão Música, uma iniciativa que auxilia trabalhadores do segmento que perderam seus empregos durante a pandemia. Quem abre o ZporZ Fest Verão é o cantor, compositor e guitarrista paraense Felipe Cordeiro. O show está marcado para o dia 28, às 19h. Na quinta-feira (29), às 19h, a apresentação fica por conta do ator, rapper, cantor, compositor e poeta Jairo Pereira, integrante da banda Aláfia.

#lançamentos

Fenda e Rico | mashup de “Girlgang” com “Riquíssima”
Minas Gerais tem, hoje, uma das cenas musicais mais férteis do país. Nomes como a banda Lagum e os rappers Djonga e Sidoka são apenas alguns dos exemplos que fortalecem a cena contemporânea da região. Nascido com o objetivo de impulsionar essa produção local país afora, o selo Macacolab – braço da produtora A Macaco (responsável pelos mega-festivais Sarará e S.E.N.S.A.C.I.O.N.A.L) – inaugura o ano de 2021 com uma programação especial em seu canal de YouTube: o projeto Macacolab Sessions apresentará mensalmente quadros de shows com participações de novos artistas da música belo-horizontina, além de bate-papos sobre indústria criativa. A primeira edição do quadro Bota Fé promoveu o encontro do coletivo feminino de hip hop Fenda, de Belo Horizonte, com o rapper Rico Dalasam, de São Paulo. O resultado foi um mashup de “Girlgang” com “Riquíssima”, de autoria da Fenda e de Rico, respectivamente. Também foi feita uma troca musical, em que Fenda criou uma versão para “Braile” (assista aqui), enquanto Rico interpretou “Casa das Primas” (assista aqui). A cenografia da gravação trouxe uma exposição de Yuri Amorim, criador das artes do Refeito.

Chico Chico e João Mantuano | Pra Tua
Entre o pop e a MPB, Chico Chico, o filho da eterna Cássia Eller, junto ao amigo João Mantuano, lançam “Pra Tua”, via Toca Discos, uma leve e também ácida canção sobre amor e cotidiano. É o terceiro single da dupla antes do disco completo, previsto para março. ‘Pra Tua’, gravada no estúdio Toca do Bandido, no Rio de Janeiro, é uma composição antiga de Chico Chico e, como o músico destaca, trabalha na repetição e na surpresa, tanto na letra quanto no arranjo. Uma canção com uma deliciosa e convidativa melodia minimalista.

Midra | Ser Feliz
Lançada como single em dezembro, “Ser Feliz”, nova música de MIDRA, ganha agora versão em videoclipe. Com temática sobre relacionamentos abusivos e a superação dos mesmos, o trabalho audiovisual tem direção de Lucas Ferreira e atuação de Mariana Cardoso. Os traumas da relação tóxica são explorados no roteiro através de cenas onde os detalhes contam muito: a mulher que se vê refém das exigências do parceiro controlador de suas roupas, seu cabelo, da identidade que ele lhe rouba. As cenas interpretadas por Mariana poderiam ser protagonizadas por muitas outras mulheres – e claro, homens também -, que se perderam nas vontades de seus companheiros, mas muito além disso, mostram que existe saída.

#filmes

Monos: Entre o Céu e o Inferno
Com distribuição da Pandora Filmes, Monos, filme dirigido por Alejandro Landes, estreia nas plataformas Net Now, VivoPlay, Looke e SkyPlay no dia 28 de janeiro, e no Belas A La Carte a partir de 29 de janeiro. Desde que estreou no Festival de Sundance em janeiro de 2019, o longa tem colecionado prêmios (como no Festival Internacional de San Sebastián) e despertado discussões. Seus protagonistas são adolescentes que participam de uma guerrilha numa região remota de um país latino-americano qualquer. Com nomes como Rambo, Pé Grande e Smurf, diariamente fazem treinamento militar rígido enquanto também cuidam de uma prisioneira americana (Julianne Nicholson).

#canal

The Very Black Talk Show
Sexta-feira, às 20 horas
Grátis
Dinamismo, humor e temas nada ortodoxos estão entre as propostas do programa The Very Black Talk Show, apresentado por Gustavo Narciso – o Guvena – e que chega à sua segunda temporada no YouTube, no dia 29 de janeiro de 2021. Com entrevistas de aproximadamente dez minutos, o talk show semanal abordará assuntos polêmicos, atemporais e provocativos. Composta por dez episódios, a nova temporada terá a participação de nomes de peso, como Adriana Barbosa, Ellen Oléria, Stephanie Ribeiro, Arthur Santoro, Pai Sidnei, Regina Volpato e Viviane Elias, em pautas sobre racismo, o mito da mulher negra guerreira, feminismo, quebra de estereótipos, religiosidade e muito mais. O primeiro episódio abordará a indústria pornográfica, e já tem confirmada a presença de Axxell Oliveira, criador de conteúdo adulto e drag queen. A primeira temporada do The Very Black Talks show conta com participações de Roger Cipó, Alberto Pereira Jr., Enzo Celulari e  Rita Von Hunty e pode ser assistida na íntegra no YouTube.

#visuais

Mostra Brasileires
A partir do dia 25 de janeiro
Grátis
No aniversário da capital paulista, a mostra faz um convite à população para refletir sobre o tempo em que vivemos e a maneira como nos relacionamos com a cidade, propondo fissuras nas estruturas das artes. O projeto conta com seis empenas que poderão ser encontradas em diferentes pontos do Minhocão, elevado histórico localizado na região central que completa 50 anos no dia 25 de janeiro 2021. Com curadoria de Kleber Pagú e Fernanda Bueno, a Mostra Brasileires contou com um time diverso e representativo para assinarem a realização das obras, artistas que ajudam a repensar a relação com a cidade e ocupação do espaço público: o cantor, compositor, artista plástico e percussionista Carlinhos Brown; o jornalista, ativista, ex-deputado federal e professor universitário Jean Wyllys; o artista M.I.A; a ativista Vismoart; a filósofa e artista plástica Marcia Tiburi; o artista Rogério Pedro; a artista visual e ilustradora Linoca; a artista nipo-brasileire Catarina Gushiken; a cartunista e chargista brasileira Laerte e outros provocadores.

#Inscrições

Pajubá – Festival de Cinema LGBTI+ do Rio de Janeiro
Resistir para existir. Para sobreviver a um dos períodos de maior ameaça contra a vida e a dignidade de pessoas com identidades marginalizadas de gênero e sexualidade, durante a ditadura militar brasileira, a comunidade LGBTI+ criou o “Pajubá”, vocabulário próprio que ajudou a enfrentar a violência policial e a opressão social. E é esta forma de afirmação identitária coletiva bastante simbólica, ainda amplamente usada e atualizada, que inspirou a criação do 1º Pajubá – Festival de Cinema LGBTI+ do Rio de Janeiro, que acaba de abrir inscrições para sua a primeira edição. Dos dias 25 de janeiro a 12 de fevereiro, realizadores de todo o país podem incluir suas obras de curta-metragem (entre um e vinte minutos) através do site www.pajubafestival.com.br, de onde serão selecionadas 30 produções para a exibição online e gratuita durante o evento, que acontecerá em março. Ao final, público e um júri técnico elegerão os premiados deste ano em categorias como melhor filme, atuação e prêmio especial. Os mais votados ainda receberão os filmes em formato de acessibilidade. A programação dos filmes levará em conta narrativas LGBTI+ que trazem as lutas políticas, tragédias, mas também alegrias, celebrações, pesquisas e experimentações estéticas e de linguagem cinematográfica.

#delivery

Fat Cow
O blend de carne dos hambúrgueres do Fat Cow, o pão artesanal e macio produzido na cozinha do Evvai, o queijo exclusivo processado in loco, o capricho do disco que sai da chapa e vai para o pão. Aposta do empresário Fabio Moon e do chef Luís Filipe Souza, acaba de lançar a marca Fast Cow, receitas preparadas com hambúrguer smash por preços que vão de 15 a 22 reais, apenas por delivery. O clássico tem burger de 90 g, queijo fat cow, ketchup, mostarda, cebola e picles (R$ 15), para os que tem fome maior, há uma versão com dois discos de carne (R$ 22). Na turma do X, são três opções: X-salada – burger de 90 g, queijo fat cow, tomate, alface e maionese (R$ 16) -; X bacon – burger de 90 g, queijo fat cow, bacon e maionese (R$ 18) -; e X cebola – burger de 90 g, queijo fat cow e cebola caramelizada (R$ 19). Para fechar o cardápio, o Biguizinho vem com burger de 90 g, queijo fat cow, alface, cebola picles e molho especial (R$ 19). Todas as opções podem ser acompanhadas por batata chips (R$ 8).

LosDos
O cardápio é enxuto, tem cinco opções de tacos que saem por R$ 9,90 cada. A estrela é o Al Pastor, recheado de carne suína marinada em especiarias, pimentas secas e goiabada – eis o toque da casa – e assada no tradicional trompo, aquele espeto vertical e giratório. Outro destaque é o taco de Couve-flor frita com coalhada seca e hibisco em pó e salsa china. Simplesmente delicioso!
Horário de funcionamento: ter a sex – 16h às 22h sáb e dom: 14h às 22h
Delivery: ifood

Caledonia Whisky & Co
Os sócios do Caledonia Whisky & Co. começam o ano de 2021 com uma nova empreitada: e-commerce focado em uísques. Serão mais de 190 rótulos à venda de toda parte do mundo e entregues em todo o Brasil, com informativos detalhados de cada marca, exemplo do que já é feito no O Cão Engarrafado, um dos blogs mais completos em português sobre o destilado. A iniciativa atende ao crescente aumento do consumo de whiskies, o destilado “bola da vez”.  Acesse o site e descubra o mundo do whisky (;

Aizomê Ichiba
A chef Telma Shiraishi, do restaurante japonês Aizomê está com uma novidade, um empório no espaço anexo ao restaurante nos Jardins. Nomeado Ichiba, o local oferece diversas opções de pratos prontos, porções, molhos, conservas e kits para finalizar a preparação em casa, pensando em soluções práticas e deliciosas. Doces, produtos artesanais e guloseimas com a curadoria da chef Telma Shiraishi dividem o espaço com seleções de sakes, whiskies japoneses, cerâmicas de design e uma rica variedade de sugestões para sua casa ou para presentear de forma especial. Todos os itens podem ser encomendados, retirados no empório ou agendados para entrega através do serviço de delivery do Aizomê, com opções disponíveis também no site https://deliverydireto.com.br/aizome/aizome.

Cantaloup
Se depender do restaurante Cantaloup, 2021 começa mais doce para todo mundo. A partir de 26 de janeiro, começa um festival de sobremesas idealizado pelo restaurateur Daniel Sahagoff e o chef pâtissier Arnor Porto. São quatro receitas inéditas e bem diferentes entre si – algumas geladas para aplacar o verão, outras leves e gastronômicas, com sotaque francês ou bem brasileiro. O Snack crocante com Pailleté Feuilletine é “uma explosão de chocolate na boca”, segundo Arnor Porto. Com uma base de brownie que sustenta uma ganache cremosa, é coberto com uma casquinha crocante de chocolate belga. Os fãs da confeitaria clássica francesa podem preferir as camadas de sabor da Verrine de doce de leite com dacquoise de coco e espuma de doce de leite.

Torteria
Para o verão a Torteria, que desde 2012 trabalha para apresentar as tortas como protagonistas da mesa do paulistano, aposta em seus combos de torta e saladas orgânicas. São 3 tipos de salada que podem ser combinadas com qualquer pedaço de torta do amplo cardápio de tortas disponíveis na casa. Entre as de maior sucesso estão a de carne cozida na cerveja preta com cebola caramelizada, torta aberta de palmito pupunha, queijo gruyére e farofa de pão e ervas e a quiche de cogumelos paris, parmesão e azeite trufado. Há também opções vegana e low carb, como a torta de pupunha, abóbora cabotiã, azeite de dendê e coentro. Delivery próprio pelo site, whatsapp 94594-3042 / tel. 4306-6943 ou 4306-6952 ou Rappi e Ifood.

Publicidade


Gabriela Rassy
Jornalista enraizada na cultura, caçadora de arte e badalação nas capitais ensolaradas desse Brasil, entusiasta da cena musical noturna e fervida por natureza.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.