Arte

Agenda Hype em casa: Anavitória, Coquetel Molotov, paellas e arepas abrindo os trabalhos

Gabriela Rassy - 13/01/2021 | Atualizada em - 14/01/2021

Ano começando com cara que não começou? Projetos mais para reciclados que renovador? Seus problemas acabaram! A agenda da semana chega para provar que a novidade vem como? A galope, meuzamor. Mal virou o ano e a dupla Anavitória já estava ali soltando álbum novo e com participação de Rita Lee e Lenine. E vamos de ousadhya! Letrux mostra seu novo EP pandêmico com novos olhares para faixas de seu último trabalho aos prantos.

O maravilhoso Coquetel Molotov, que sempre acontece no fim do ano, deu as caras de forma online e com uma programação sinistrona que eu não perderei por nadica neste mundo – salvo um retiro espiritual da vacina, vamos e venhamos, há de se ter prioridades. Como sou dos lanchos e não abro, boas dicas de delivery com festival de verão todo trabalhado na paella e um projeto especialíssimo em uma união gastronômica entre Brasil e Venezuela que é de dar gosto – e vontade de arepas!

Vem na minha!

#lives

17º Coquetel Molotov
11 a 23 de janeiro
Grátis
Em novo formato, virtual e ampliando a música pr’além das apresentações, o festival de Recife chega com atividades gratuitas com diversos artistas incríveis, todo um mundo 3D pra você se jogar no virtual e, ao mesmo tempo, matar a saudade do real, e, claro, shows foram transformados em uma série cinematográfica experimental. Confira a programação completa aqui.

Notas Contemporâneas – Alaíde Costa
Quarta-feira, 13, 20h
Grátis
O programa Notas Contemporâneas registra depoimentos de significativos nomes do cenário musical brasileiro, erudito e popular, cuidando da manutenção da prática de história oral do MIS, um dos pilares de criação do museu. Durante o #MISemCASA, uma série de edições inéditas a partir desse material vem sendo apresentada, com organização e curadoria da historiadora Rosana Caramaschi, responsável pela entrevista, pesquisa e roteiros desde a primeira edição do programa em 2011. Alaíde Costa teve e tem grande importância na cena musical brasileira e, em abril de 2019, esteve no MIS e pôde relembrar e detalhar toda a sua trajetória no projeto Notas Contemporâneas.

Thiaguinho | Instagram Trace Brasil
Quarta, 13/01, às 19h
Grátis
Dono dos hits “Deixa Tudo Como Tá” e “Ousadia e Alegria”, Thiaguinho já foi integrante do grupo de samba e pagode Exaltasamba, de 2003 a 2012. Em sua carreira solo, lançou oito álbuns, sendo que o último, Tardezinha ao Vivo, rendeu até mesmo uma série no GloboPlay.

João Carlos Martins e convidados
Sexta, 15, às 20h

Grátis
O maestro João Carlos Martins vai reger os músicos da Orquestra Bachiana Filarmônica SESI-SP, tendo como convidados os cantores Thiaguinho, Paula Fernandes, Déborah Garcia e Tiago.

OSESP com regência de Thierry Fischer | Youtube e Instagram Osesp
Sexta, 15, às 20h30
Grátis
Contam que em 1928 Ravel passava férias em Saint-Jean-de-Luz —perto de sua cidade natal no Sul na França — quando, pouco antes de sair para nadar, passou rapidamente pelo piano e tocou uma melodia. O compositor teria então perguntado ao amigo e crítico musical Gustave Samazeuil, seu convidado: “você não acha que este tema tem uma certa qualidade insistente? Vou tentar repeti-lo várias vezes sem nenhum desenvolvimento, crescendo gradativamente a orquestra da melhor forma possível”. Assim nasceu o “Bolero”, que o próprio autor insistia em chamar de “dezessete minutos de orquestra sem música”. A obra encerra programa que a OSESP interpreta, sob regência de Thierry Fischer, um especialista quando o assunto é o repertório francês.

 

#lançamentos

Gali Galó | Raiz
Como num mergulho, Gali Galó vem mostrando influências no Brega, Pop e no Queernejo desde que lançou seus dois primeiros trabalhos. “Raiz” é o terceiro e traz uma onda mais Indie Rock, já que foi gravado antes de Galó assumir-se não binárie e de ter encontrado sua persona artística. Em clima retrô, as imagens foram captadas na cachoeira de Tabuleiro (MG) durante uma vivência com a Coletiva Casarelas de Mulheres Performáticas. A edição e finalização foi assinada pela Produtora Às de Ouro. O vídeo ganhou o prêmio Respirarte da Funarte na categoria Música.

ANAVITÓRIA, Rita Lee – Amarelo, azul e branco
A dupla Anavitória lançou logo no 1º dia do ano um novo trabalho. O álbum Cor, quarto da carreira das cantoras, chegou às plataformas digitais de surpresa com 14 faixas. Entre elas, “Amarelo, azul e branco”, com participação de Rita Lee.

Mariana Cavanellas
“Por que o cuidado com a casa e os filhos continua sendo um dever determinado por gênero?”. Junto a indagações sobre a dominação masculina, esse é o questionamento que a cantora e compositora mineira Mariana Cavanellas, ex-integrante do grupo Rosa Neon, busca traduzir em “Lá Fora”. A canção é parte do EP duplo “Tudo Vibra” (ouça aqui) – trabalho de estreia da sua carreira-solo – e ganhou um videoclipe que tem como proposta servir de conteúdo reflexivo e anti patriarcal.

Letrux – Dorme Com Essa (Delirei)
Dentro do projeto “Prantos Pandêmicos”, EP onde a cantora grava versões das músicas do álbum “Letrux Aos Prantos”, sai agora a faixa “Dorme com essa (Delirei)”, dando sequencia aos singles “Cuidado, Paixão (Be Careful, My Love)” e “Eu Estou Aos Prantos (Me Chama Pra Chorar)”. “Num ano sem shows, fazer esse EP de versões foi nossa forma de se debruçar em cima do disco. De brincar um tiquinho mais. Cada integrante produziu uma faixa o que é muito bonito de ver&ouvir: cada visão & ‘audisom’. Belezura de banda que tenho, agradeço. Saiu “Dorme com essa(Delirei)”, produção da @marthav, ouçam de fone porque ela caprichou em frequências absurdas. E o vídeo foi do nosso primeiro dia se revendo depois de quase 7 meses sem. Tem muito tempo ou foi sonho, já não importa, o que vale é que alegria que tem registro. Revejo, fico confusa, me aqueço, me preparo pra fechar os olhos. E viver alguma coisa”, escreveu a artista em seu Instagram.

Bárbara Guinle | Não vai sobrar nenhum
A compositora Bárbara Guinle é carioca e, com seus 23 anos, canta e toca ritmos brasileiros de cunho clássico da MPB somados à sua vivência contemporânea feminista. Neste projeto, além da composição, também atuou nas gravações de violão e voz principal. “A letra de Não Vai Sobrar Nenhum veio através da demanda emocional da harmonia que eu já tinha feito no violão. Quando eu entendi a profundidade desses acordes, só me veio uma imagem na cabeça: a violência contra a mulher. A raiva e indignação. Um sentimento denso, macabro e o desdobramento disso durante a pandemia. Quantas mulheres que se relacionam com homens hetero e cisgênero e estão correndo risco dentro da sua própria casa, de quarentena, fazendo o que se deve fazer durante a pandemia. Não tem saída.” – conta ela.

Samico feat. Bárbara Eugênia | Coração 
A canção é uma autobiografia, que retrata um momento de mergulho interior e auto resgate do artista. “Toda vez que eu tocava essa música, uma ferida se curava”, explicou Samico sobre o seu processo criativo. O single anuncia uma nova estética, que se aproxima dos ritmos e influências da música popular brasileira, expondo sua essência poética e minimalista. Com produção musical assinada por Luccas Maia, o single se destaca pela fusão das vozes de Samico e Bárbara Eugênia, que se deixam conduzir pela melodia minimalista e certeira do violão, que é o verdadeiro protagonista desta canção, acompanhado pelos beats sutis.

#filmes

Carne
Filme de estreia da diretora Camila Kater, o documentário animado de 12 minutos Carne, está qualificado para concorrer ao Oscar® de 2021 na categoria de curta-metragem documental e também está na shortlist dos Prêmios Goya na categoria de curta de animação. O filme é uma co-produção Brasil/Espanha, produzido por Lívia Perez (Doctela) e Chelo Loureiro (Abano Producións). Desde o dia 12 de janeiro, o filme está disponível em formato online e gratuito no New York Times Op-Docs, uma plataforma gratuita de alcance global do jornal estadunidense que reúne os melhores filmes de não ficção do mundo.

 

#séries

Roteiros & Roteiristas – Bom dia, Verônica | Youtube do MIS
Sexta-Feira, 15, 20h
Grátis
Novidade na programação do #MISemCasa, o projeto Roteiros & Roteiristassurge com o intuito de trazer novidades acerca do universo de filmes e séries brasileiras. Roteiristas, acadêmicos e profissionais de outras das diversas áreas do audiovisual vão analisar e discorrer sobre temas do roteiro audiovisual em lives quinzenais, com participação do público, que pode fazer perguntas ao vivo pelo chat do YouTube. A programação tem curadoria de Luísa Guanabara, roteirista e professora dos cursos de roteiro do MIS. Nesta primeira edição, o convidado será Davi Kolb, roteirista de um dos sucessos brasileiros lançados recentemente na plataforma de streaming Netflix, Bom dia, Verônica (dir. José Henrique Fonseca, 2020, Brasil, 18 anos), baseado no romance homônimo de Raphael Montes e Ilana Casoy. Davi irá falar sobre o trabalho na sala de roteiro,  criação audiovisual no gênero policial e sobre estrutura narrativa. O debate será mediado pela curadora do projeto Luísa Guanabara.

#cênicas

NSUBMISSAS – Mulheres na Ciência | Canal do Facebook do CC Juventude Ruth Cardoso
Dias 13 (quarta) 17h, 15 (sexta) 19h, 16 (sábado) 15h e 17h, 17 (domingo) 17h e 19 (terça) 19h
Grátis
Texto de Oswaldo Mendes com direção de Carlos Palma debruça sobre as questões do feminino na ciência, dando foco para quatro mulheres que se tornaram importantes cientistas que revivem em cena suas difíceis entradas e convivências no ambiente predominantemente masculino. Na encenação – gravada presencialmente com inserções das atrizes neste momento de isolamento – os dramáticos momentos vividos por Marie Curie (dois prêmios Nobel), que apesar da mais alta premiação passou fome na França; os conflitos de Hipácia com o governador e o bispo de Alexandria sendo morta a pedradas; Bertha Lutz, que, superando dificuldades fez de sua vida uma luta incansável pelos direitos da mulher e Rosalind Franklin, com decisiva pesquisa do DNA, ludibriada pelos laureados Crick e Watson, encerra com a pergunta sempre difícil de responder: afinal o que é a vida?

#canal

Cara da Locadora
A boa para quem ama cinema e quer acompanhar dicas fresquinhas por quem pira no assunto. Aquela curadoria de filmes e séries “escondidos nas prateleiras” dos serviços de streaming feita com carinho por Rafael Cezar Argemon (@racearg) e Amauri Terto (@amaurit). Só segue e aproveita!

#podcast

Boletos Pagos com Nath Finanças
Há quem #precisemesmo gastar e quem #falhecomnath na hora de acertar as contas, mas a prioridade é manter os boletos em dia. Por isso, todas as terças, Nath e um convidado conversam sobre economia e educação financeira. Boletos Pagos com Nath Finanças é um original Spotify e senti que era uma boa para o começo de ano já que estamos aqui na luta e os boletos sabem tudo nosso endereço.

#visuais

Videoartepapo – Solange Farkas
Quinta-Feira, 19h
Grátis
Quinzenalmente, o MIS apresenta um bate-papo ao vivo sobre videoarte, comandado pela videoartista Marcia Beatriz Granero, lançando luz sobre os diversos trabalhos que integram o Acervo do Museu e convidando artistas representativos. Um dos principais festivais de artemídia do mundo é brasileiro. Ele é o Videobrasil e dispensa longas apresentações. Sua história se confunde com a história do audiovisual. Pioneiro, o festival, dirigido por Solange Farkas desde a primeira edição, foi sempre um cenário de projeção das linguagens emergentes na arte contemporânea. Sem medo de arriscar, colocou o vídeo no campo da discussão estética nos primórdios dos anos 1980. Nos 1990, já incluia CD-ROMs e, no início dos 2000, web arte.

Diálogos no acervo | MASP
Quarta, 16h
Grátis
“Venha dançar” – convidou a natureza gentilmente (2019-2020), de Hulda Guzmán, é a primeira escolha de 2021 para tema do projeto do MASP. Por meio de encontros virtuais no Instagram, obras do acervo do museu são apresentadas abordando elementos como biografia do artista, contexto histórico e técnica. Participam desta edição Guilherme Giufrida, assistente curatorial, comunicação e marketing no MASP, e Laura Cosendey, assistente curatorial, mediação e programas públicos no museu. Todas as lives serão disponibilizadas no IGTV e no canal do museu no YouTube posteriormente.

#delivery

Mi Arepa | Migraflix
Os tradicionais discos achatadinhos, feitos de farinha de milho e que são a base para um sem-fim de coberturas saborosas, são os protagonistas do projeto Mi Arepa, promovido pela Migraflix, organização social que visa fomentar o empreendedorismo cultural de imigrantes e refugiados por meio da gastronomia. A campanha promove a troca entre 30 cozinheiros venezuelanos e chefs de renomados restaurantes do eixo São Paulo – Rio. Os venezuelanos ensinam aos chefs o preparo das arepas fritas ou assadas, além de passarem pelo programa de capacitação do Migralab. Já os anfitriões ficam incumbidos de apresentar aos hermanos a variedade de ingredientes locais e as novas possibilidades de recheios. Em São Paulo, participam Mani, Arturito, A Baianeira, Martin Fierro, Buzina, Frangó, Extasia, Comedoria Gonzales, Baru Marisqueria e Teva. Já no Rio, foram escalados Lasai, Aconchego Carioca, e Sud o Pássaro Verde. Do total arrecadado, 50% da renda será destinada aos imigrantes participantes e ao projeto. Confira as receitas de cada restaurante – todas disponíveis para delivery – no site do projeto.

Festival de Verão | Bacalhau, Vinho & Cia
Colorida, perfumada, festiva, saborosa e rica em ingredientes que se fundem deliciosamente no arroz, a Paella é a estrela do novo festival de verão do Bacalhau, Vinho & Cia, disponível a partir de 11 de janeiro, nas unidades da Barra Funda (011-3666.0381)  e Itaim (011-3071.4077) ou pelo delivery, no telefone 011.3663.0381. O festival é composto por 1 porção de mini bolinhos de bacalhau, 2 entradinhas de bacalhau em cama de broa, 1 paella valenciana para 2 pessoas e 2 pastéis de natas, ao custo de R$ 280 para duas pessoas, tanto para consumir no Restaurante como para delivery, com a taxa de entrega de R$ 18.

Publicidade


Gabriela Rassy
Jornalista enraizada na cultura, caçadora de arte e badalação nas capitais ensolaradas desse Brasil, entusiasta da cena musical noturna e fervida por natureza.


X
Próxima notícia Hypeness:
Agenda Hype em casa: festival Sesc de cinema, Tom Zé, Gilsons e Drik Barbosa nos destaques