Debate

‘BBB’: Karol Conká acusa Nego do Borel de transfobia: ‘Você é igual essa galera estranha?’

Karol Gomes - 27/01/2021

Uma das surpresas no elenco do ‘Big Brother Brasil 21’, a rapper Karol Conká já está se integrando com os brothers e sisters no confinamento e contanto tudo sobre os encontros nos bastidores da música – uma das histórias foi sobre Nego do Borel.

Em um papo na cozinha do ‘BBB’, a cantora Karol Conká revelou ter sido questionada, por parte do Nego do Borel, sobre sua sexualidade e percepção de gênero. A artista citou um encontro com o funkeiro narrando que o cantor teria lhe feito uma pergunta transfóbica. “Você é igual essa galera estranha? Você é homem ou mulher? Porque eu não sei, né”, acusou Karol.

‘BBB’: Karol Conká acusa Nego do Borel de transfobia: ‘Você é igual essa galera estranha?’

‘Tratar o escroto com escrotidão’

Karol continuou a narrar o momento e decretou: “Você tem que tratar o escroto com escrotidão”. Ela disse que botou a mão do cantor em suas partes íntimas, como prova.

Os brothers ficaram incrédulos. “Nossa, que hipocrisia. Ele não fez uma parada lá, um clipe? Foi jogada de marketing?”, questionou Lucas Penteado, falando sobre um clipe de Nego do Borel que foi duramente criticado nas redes sociais por reproduzir ideais machistas e homofóbicos.

A reação ao que foi dito por Karol Conká:

1.

— Vinimax ouça liquidificador (@vmxvinimax) January 27, 2021

2.

3.

E a fala de Karol Konká?

Depois de repercutir a atitude de Nego do Borel, a internet agora comenta o que foi dito por Karol Conká. A ideia, aparentemente, não seria ‘cancelar‘ a sister conhecida por ser uma voz a favor de grupos minorizados, mas chamar atenção para o fato de que a resposta dela também foi transfobica, já que gênero não está ligado à genitália.

Nego do Borel ainda não se pronunciou sobre o assunto.

Veja a repercussão nas redes sociais:

1. 

2.

3.

Publicidade

Fotos: Reprodução/Instagram


Karol Gomes
Karol Gomes é jornalista e pós-graduada em Cinema e Linguagem Audiovisual. Há cinco anos, escreve sobre e para mulheres com um recorte racial, tendo passado por veículos como MdeMulher, Modefica, Finanças Femininas e Think Olga. Hoje, dirige o projeto jornalístico Entreviste um Negro e a agência Mandê, apoiando veículos de comunicação e empresas que querem se comunicar de maneira inclusiva.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.