Ciência

Brasil inicia, finalmente, vacinação contra covid-19; saiba seu lugar na fila

por: Redação Hypeness

O uso emergencial das vacinas de Oxford (AstraZeneca/Fiocruz) e CoronaVac (Instituto Butantan/Sinovac) está liberado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Com isso, desde a segunda-feira (18), o Ministério da Saúde deu sinal verde para o início da vacinação contra a covid-19 em todos os estados do Brasil.

Neste primeiro momento, seis milhões de doses foram entregues de forma proporcional e simultânea aos governadores. Assim que as vacinas chegarem às capitais, os estados deverão fazer a distribuição junto aos municípios que, por sua vez, executam a vacinação da população.

– Mônica, 1ª vacinada do país, é voluntária contra covid-19 mesmo sendo do grupo de risco: ‘Não tenham medo’

Mas atenção: mesmo que a vacina já tenha chegado a sua cidade, é preciso ter calma e entrar na fila! A vacinação terá início pelos grupos prioritários da chamada ‘fase 1“. Ou seja, existe muita gente na sua frente ainda.

O Ministério da Saúde definiu como grupo prioritário dessa primeira fase os trabalhadores de saúde, pessoas com deficiência institucionalizadas, idosos acima de 60 anos que vivem em asilos e a população indígena aldeada.

– Governo suspende compra de seringas para vacina contra covid-19 até que preços ‘voltem à normalidade’

Confira a descrição do público para cada fase do Plano Nacional de Imunização e entenda em qual você se encaixa: 

1ª fase – trabalhadores da saúde, população indígena em seus territórios, pessoas com deficiência institucionalizadas e pessoas com 60 anos ou mais institucionalizadas.

2ª fase – pessoas de 60 a 74 anos.

3ª fase – pessoas com comorbidades que apresentam maior chance para agravamento da doença, como as que têm doenças renais crônicas e cardiovasculares.

4ª fase – professores, forças de segurança e salvamento, funcionários do sistema prisional e detentos.

– Equipe do Butantan grita e chora ao receber dados sobre eficácia de vacina contra covid-19

SP tem protocolo diferente de vacinação 

Para quem está em São Paulo, a vacinação no estado segue um plano diferente. A recomendação do governo é que os municípios priorizem os profissionais da saúde, especialmente aqueles que estão na linha de frente de combate ao coronavírus. Esse público soma cerca de 60 mil pessoas.

– Coronavírus: pesquisador da Fiocruz detalha processo de desenvolvimento de vacina e alerta sobre negacionismo

Mônica Calazans, de 54 anos, foi primeira vacinada contra covid-19 do Brasil

A primeira imunizada contra a covid-19 foi a enfermeira Mônica Calazans, de 54 anos. Ela atua como voluntária no Hospital Emílio Ribas desde o início da pandemia. Conhecemos, no mesmo evento, a primeira indígena vacinada contra a covid-19 no país. Vanusa Kaimbé, de 50 anos, é técnica de enfermagem e assistente social, além de presidente do conselho dos indígenas kaimbe de São Paulo. Ela vive na aldeia Kaimbé filhos da terra, em Guarulhos.

“Eu vim aqui hoje representar a população indígena e falar a importância da vacina. A vacina salva vidas. Fui a primeira indígena a ser vacinada e recomendo para todos os meus parentes”, afirmou.

– Cuba tem número baixo de mortos por covid-19 e vive expectativa por vacinas desenvolvidas na ilha

Algumas das primeiras doses da CoronaVac que couberam ao estado já foram encaminhadas para seis hospitais de referência no estado. Os hospitais das Clínicas da USP da capital e de Ribeirão Preto, o de Campinas (Unicamp), o de Botucatu (Unesp), o de Marília (Famema) e o Hospital de Base de São José do Rio Preto (Funfarme).

O governo paulista criou ainda um site onde é possível realizar um pré-cadastro para receber a vacina. O objetivo da ferramenta é coletar antecipadamente os dados das pessoas dos grupos prioritários, a fim de agilizar o atendimento nos locais de imunização e evitar aglomerações. Mas não precisa se preocupar porque, segundo o governo estadual, quem não conseguir fazer o pré-cadastro terá acesso à vacina do mesmo jeito.

Publicidade

Fotos: Getty Images


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Cheirinho de carro novo? Estudo alerta para risco de câncer em odor favorito de muitos