Inovação

Como a decoração do Salão Oval mudou desde a mudança de Biden para a Casa Branca

Vitor Paiva - 28/01/2021 | Atualizada em - 04/03/2021

A eleição de Joe Biden como presidente dos EUA mudou radicalmente a postura da Casa Branca diante de todos os assuntos. Mas a transformação não foi somente política: pra além das 17 ordens executivas que o novo comandante-em-chefe do país assinou no seu primeiro dia de trabalho, a administração Biden também mudou a Casa Branca literalmente – alterando consideravelmente a decoração do local, também como forma de se posicionar, direta ou indiretamente, em contraste completo com o que a administração Trump vinha fazendo.

Joe Biden de máscara trabalhando em sua mesa no Salão Oval

Joe Biden trabalhando em sua mesa no Salão Oval

Segundo consta, a mudança na Casa Branca tradicionalmente leva somente cerca de cinco horas para sair uma família presidencial e entrar a nova – mas Biden veio preparado para marcar a diferença com relação ao agora ex-presidente Trump: atrás de sua cadeira, Biden rapidamente mandou posicionar o busto de Cesar E. Chavez, um trabalhador rural que, nos anos 1960, liderou diversas greves e manifestações pacíficas para mulher as condições de trabalho nas fazendas do país.

O busto de Cesar E. Chavez

O busto de Cesar E. Chavez

“O busto do meu pai no salão oval [escritório do presidente na Casa Branca] simboliza a esperança de que um novo dia está nascendo para nossa nação”, comentou Paul F. Chavez, filho do líder rural, em entrevista.

Joe Biden com o busto de Cesar E. Chavez ao fundo no Salão Oval

Biden com o busto de Cesar E. Chavez ao fundo

E as mudanças seguiram: diversos retratos de ícones americanos, como Lincoln e George Washington, com a pintura de Franklin Roosevelt em claro destaque na galeria que se mudou para seu escritório – onde também se destacam os retratos de Thomas Jefferson e Alexander Hamilton. Uma mudança profundamente simbólica foi a retirada do retrato do ex-presidente Andrew Jackson e a inclusão de Benjamin Franklin à esquerda da mesa de Biden.

Galeria de retratos de ex-presidentes no Salão Oval, com Franklin D. Roosevelt ao centro

Galeria de retratos de ex-presidentes no Salão Oval, com Franklin D. Roosevelt ao centro

A inclusão de Franklin, que era cientista, foi vista como um claro aceno da Casa Branca sobre a importância da ciência no momento atual. Já a retirada de Jackson foi vista como um posicionamento antirracista: Jackson foi um presidente escravocrata que também assinou o Ato de Remoção dos Índios Nativos, determinação que forçou milhares de nativos para fora de suas casas e rumo à morte pela miséria ou assassinato. Andrew Jackson era admirado por Trump, que havia incluído seu retrato no Salão Oval.

Visão geral do Salão Oval com a decoração da administração Biden

Visão geral do Salão Oval com a decoração da administração Biden

Além de outras transformações, como mudanças nas bandeiras e a inclusão de bustos à sala como os de Eleanor Roosevelt, Martin Luther King Jr., Robert F. Kennedy e Rosa Parks para simbolizar a inclinação humanista, antirracista e progressista da nova administração, umas das decisões mais comentadas foi a retirada do botão vermelho que Trump havia mando instalar em sua mesa. A função do botão era pedir automaticamente um copo de Coca Diet, que era trazido até Trump de imediato em uma bandeja de prata.

Detalhe da caixa com o botão vermelho para Trump pedir um copo de Coca Diet

Detalhe da caixa com o botão vermelho para Trump pedir um copo de Coca Diet

Trump sendo entrevistado com seu botão vermelho de Coca Diet à mesa

Trump sendo entrevistado com seu botão vermelho de Coca Diet à mesa

Outra mudança importante no Salão Oval foram as máscaras como parte do protocolo de segurança contra a Covid-19: Biden as usa.

Publicidade

© fotos: divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutor em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Warning: file_put_contents(/var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/cache/twitter-stream-hypeness.txt): failed to open stream: Permission denied in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/social.php on line 410


X
Próxima notícia Hypeness:
Echo Dot 4: porque comprar a última geração do dispositivo