Ciência

 Covid-19 X tabagismo: raio-x compara efeitos de ambas as doenças nos pulmões

Vitor Paiva - 26/01/2021 | Atualizada em - 04/03/2021

O impacto da Covid-19 sobre o pulmão dos pacientes é tão severo que, em um primeiro momento, revela-se pior em certo aspecto que o pulmão de um fumante inveterado – é isso que revela a postagem da Dra. Brittany Bankhead-Kendall, médica e professora na universidade Texas Tech University Health Sciences Center, nos EUA. A ideia da postagem era reiterar a gravidade da doença que atualmente assola o mundo inteiro em pandemia, e vinha ilustrada de forma clara e inconteste por três radiografias: a primeira mostrando um pulmão saudável, a segunda revelando o pulmão de um fumante e, por fim, o pulmão de alguém impactado pela Covid-19 em um raio-x.

Raio-x de um pulmão saudável

O raio-x de um pulmão saudável: a tonalidade preta atrás das costelas mostra a total capacidade de respiração do paciente

“Eu não sei quem precisa saber disso, mas o pulmão ‘pós-Covid’ fica muito pior do que QUALQUER tipo de pulmão de fumantes inveterados que eu já vi”, escreveu a médica, no post. Além das imagens, mostrando o fundo preto de um pulmão saudável – e cheio de capacidade de inalar uma grande quantidade de ar – e os outros pulmões afetados, esbranquiçados e embaçados. o texto da Dra. Bankhead-Kendall ainda fez questão de descrever os efeitos imediatos da doença – principalmente para os tantos negacionistas espalhados pelo mundo.

Raio-x de um pulmão afetado pelo tabagismo por décadas

O pulmão de um fumante inveterado, já turvo e esbranquiçado, afetado pelo hábito por décadas

“E eles colapsam”, ela disse, referindo-se ao órgão afetado pela Covid-19. “E coagulam, e a respiração fica cada vez mais curta, e mais, e mais…”, concluiu, sugerindo ainda os tantos outros efeitos colaterais provocados pelo novo Coronavírus. Mais do que somente alertar ou mesmo assustar quem lesse seu tweet, a médica tinha como intuito de sua postagem lembrar que a mortalidade não é a única questão grave proveniente do contágio – os efeitos da doença podem ser gravíssimos também para quem sobrevive.

Raio-x de um pulmão afetado pela Covid-19

A dimensão do impacto da Covid-19 sobre o pulmão, maior e mais turva do que o raio-x do fumante

“Todos somente se preocupam com a questão da mortalidade, que de fato é terrível”, disse a médica, em uma entrevista realizada a partir do alto interesse por sua postagem, para a televisão local. “Mas para todos os sobreviventes e quem testou positivo isso poderá ser um problema” afirmou, referindo-se aos diversos efeitos colaterais que a doença pode provocar mesmo em pacientes assintomáticos. “Mesmo pessoas que estão bem, você tira um raio-x e descobre um resultado ruim”, comentou. “O fato de você não estar sentindo agora mas de estar visível em seu raio-x certamente indica que você poderá sentir no futuro”, concluiu.

A médica Dra. Brittany Bankhead-Kendall

A Dra. Brittany Bankhead-Kendall

Publicidade

© fotos: Twitter/reprodução


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores, publica artigos, ensaios e reportagens.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.