Debate

Criança de 10 anos estuprada pelo padrasto está grávida de gêmeos

Karol Gomes - 21/01/2021

Grávida de gêmeos, estuprada, apenas 10 anos de idade. Este pesadelo é real e está acontecendo em Governador Valadares, na região do Rio Doce, em Minas Gerais. O suspeito é o padrastro da criança, que também engravidou a mãe dela, de 28 anos. A menina está com 14 semanas de gestação e a mãe, com 23. As duas permanecem em um hospital da cidade para decidir se a gestação da criança será interrompida. 

Segundo a delegada do caso, Adelina Xavier Santos, a Polícia Civil de Minas Gerais abriu inquérito para investigar o crime. Até agora foi descoberto que a criança era estuprada desde os seis anos de idade, e o suspeito fazia, como a delegada define, um “circo de horrores” contra a vítima. 

– Damares Alves atuou nos bastidores para impedir aborto de criança de 10 anos vítima de estupro

Criança de 10 anos estuprada pelo padrasto está grávida de gêmeos

De acordo com a Polícia Civil, o último estupro ocorreu quando a menina já estava grávida. O caso começou a ser investigado depois que a mãe estranhou o atraso na menstruação da menina e a levou a um hospital. Na unidade de saúde, foi descoberta a gravidez. Naquele momento, a criança contou que o pai dos gêmeos era o padrasto. A mulher foi questionar o homem sobre o ocorrido na noite desta terça-feira (19), quando foi agredida pelo suspeito

– Projeto que obriga vítimas de estupro a assistirem imagens de aborto é tortura e viola direitos humanos

Segundo Adelina, a mãe marcou o exame pelo Sistema Único de Saúde, mas como ia demorar para fazer, ela juntou o dinheiro e pagou a ultrassonografia. De acordo com a policial, a mãe contou que a princípio o companheiro negou o crime, mas depois confessou. 

Mãe e filha foram encaminhadas a um hospital, onde são acompanhadas por uma equipe médica e pela equipe da assistência social. A mãe, de acordo com a delegada, cogita interromper a gravidez da filha, caso a menina corra risco de morte no parto.

– Criança de 10 anos, grávida após estupro, mobiliza sociedade pelo direito ao aborto

A prefeitura da cidade, responsável pelo hospital, disse que não informações relativas a pacientes menores de 18 anos são repassadas apenas para os responsáveis legais e, portanto, não informaria à imprensa a situação da vítima. Não existe uma legislação no Brasil que permite o aborto, a não ser em casos de estupro e quando há risco de vida para a mãe

A mãe da vítima e o padrasto estavam juntos há cinco anos. A mulher tem quatro filhos, sendo dois do suspeito e dois de um relacionamento anterior. Ela está grávida do quinto filho, que também é do homem. Será apurado agora se outras crianças também foram molestadas.

– Atriz que viverá escrava sexual em novela fala sobre cura de estupro de diretor e agressão do namorado

Ainda nesta terça-feira (19), após o registro da ocorrência, policiais da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM) foram atrás do suspeito, mas ele já tinha fugido. Na manhã desta quarta-feira (20), a Polícia Civil realizou diligências para tentar encontrar o suspeito e fazer levantamentos sobre o crime.

Publicidade

Foto: Getty Images


Karol Gomes
Karol Gomes é jornalista e pós-graduada em Cinema e Linguagem Audiovisual. Há cinco anos, escreve sobre e para mulheres com um recorte racial, tendo passado por veículos como MdeMulher, Modefica, Finanças Femininas e Think Olga. Hoje, dirige o projeto jornalístico Entreviste um Negro e a agência Mandê, apoiando veículos de comunicação e empresas que querem se comunicar de maneira inclusiva.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.