Debate

Filha de Kelly Key fez cirurgia plástica aos 16 e segue tendência polêmica entre adolescentes

por: Redação Hypeness

Influenciadora digital e filha da cantora Kelly Key, Suzanna Freitas usou as redes sociais para falar com os fãs sobre a cirurgia de implante de próteses de silicone que fez. O que espantou a maioria foi a idade com a qual passou pelo procedimento. Na adolescência, com apenas 16 anos

O tópico foi levantado no Instagram da jovem quando internautas perguntaram quando ela tinha começado a realizar procedimentos estéticos. “Depende do procedimento. Se for uma drenagem, uma limpeza de pele… Isso é muito relativo. Mas cirurgia plástica eu só fiz uma vez em minha vida, que foi em 2016”, contou Suzanna. 

– Eletricista investigado por morte de funkeira é acusado de fazer cirurgias plásticas em clínica

Filha de Kelly Key fez cirurgia plástica aos 16 e segue tendência polêmica entre adolescentes

Suzanna Freitas revelou ter ouvido de um médico de confiança que a mulher pode fazer cirurgias plásticoas depois de menstruar pela primeira vez. “Por senso, muitas pessoas não fazem e muitas meninas novas não precisam. Mas eu simplesmente era uma menina de dezesseis anos que tinha o peito extremamente flácido, grande e caído”, explicou.

Ela falou também sobre o apoio que recebeu por parte da família. “A minha mãe sempre soube que isso mexia com a minha autoestima. Eu tinha vergonha de usar biquíni. Até hoje não sou cem por cento bem resolvida, acho que todas nós temos as nossas inseguranças”.

– A violência das cirurgias plásticas inspira a estética bizarra das fotos de Jenny Saville e Glen Luchford

Suzanna Freitas colocou silicone nos seios aos 16 anos

Suzanna Freitas, filha de Kelly Key

Para a primeira cirurgia, Suzanna diz ter feito uma preparação rígida, com alimentação diferenciada, acompanhamento com cardiologista e uma tabela de exames. Ela afirmou ainda que, no fim das contas, ficou feliz com o resultado e que pretende fazer nova cirurgia plástica por conta de ter a pele flácida em outras partes do corpo. 

– Por que pais coreanos dão cirurgias plásticas para os filhos antes que eles entrem na faculdade

Plástica na adolescência x padrões de beleza 

A filha de Kelly Key está longe de ser a única adolescente a recorrer a cirurgias plásticas. De acordo com dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), nos últimos dez anos houve um aumento de 141% nos procedimentos em jovens de 13 a 18 anos. Em 2016, quando Suzanna realizou a intervenção cirúrgica e o censo realizado pela SBCP foi colhido pela última vez, foram registradas 1.472.435 cirurgias plásticas estéticas ou reparadoras, sendo 6,6% em adolescentes, ou seja, um total de 97 mil cirurgias

O Brasil fica na liderança em números de jovens que passam por esse tipo de procedimento. O país vence até mesmo dos Estados Unidos, que com 4% de pacientes adolescentes ultrapassou, em 2020, 66 mil cirurgias estéticas. Por aqui, a quantidade de cirurgias plásticas bateu os 90 mil casos.

– Por que artistas e celebridades estão cada vez mais parecidas?

Liliane Amorim, 26 anos, morreu após procedimento estético

Cirurgião da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, Bernardo Ramalho afirma que os riscos de uma adolescente normalmente são menores em comparação com uma paciente mais envelhecida. Isso porque, ele diz, normalmente um adolescente não tem comorbidade, ou seja, não possui doenças como pressão alta ou diabetes. 

Ainda assim, há riscos para jovens. A influenciadora digital Liliane Amorim morreu na manhã de 24 de janeiro após complicações de uma ‘lipo lad– a cirurgia plástica mais popular no Instagram atualmente. Ela, que tinha 26 anos e deixa um filho, estava internada no hospital Unimed de Juazeiro do Norte (CE).

Ela editou seu corpo de acordo com o ‘belo’ cada década para mostrar como padrões são bobos

Liliane possuía 112 mil seguidores no Instagram e era também empresária. A jovem havia passado por cirurgia de lipoaspiração no último dia 9. Seis dias depois, foi internada em razão de complicações e acabou falecendo.

Publicidade

Fotos: Reprodução/Instagram


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Mulher pode ganhar R$ 1,4 milhões por 6 kg de ‘vômito de baleia’ encontrado em praia