Debate

Homem é preso acusado de maus-tratos a cães que comiam fezes e restos de ração

Redação Hypeness - 28/01/2021

Um homem de 53 anos, responsável por mais de 20 cães, foi preso em Peruíbe, litoral sul de São Paulo, suspeito de maus-tratos. Denúncias anônimas mostraram os animais abandonados no meio de fezes e sujeira. Segundo apuração do G1, não havia comedouros no local e a ração estava jogada no chão, misturada ao cocô.

O flagrante ocorreu nesta quarta-feira (27), no bairro Cidade Nova, onde a Polícia Civil respondeu por denúncias com fotos e vídeos, que apontavam a situação dos cachorros. Imagens divulgadas pelos investigadores dão ideia das condições precárias do quintal. 

– Veterinário se dedica a tratar cachorros que vivem com seus tutores nas ruas

Os animais comiam ração miturada com fezes

Proprietário preso em flagrante 

De acordo com a Polícia Civil, os cães estavam assustados, muito magros e se alimentavam de restos de ração e fezes espalhadas pela residência. Além disso, o imóvel era pouco arejado e não havia água em nenhum local. Peruíbe registrou máxima de 31 graus na quinta-feira (28).  

– Com 18 anos, ele faz próteses gratuitas para cachorros com deficiência

Por conta das más condições, o proprietário foi preso em flagrante por maus-tratos pela Polícia Civil. O Boletim de Ocorrência foi registrado pelo crime de “praticar ato de abuso a animais”. A Perícia compareceu ao local acompanhada de uma veterinária. Além disso, o Centro de Zoonoses foi acionado para constatar o ocorrido. O suspeito autorizou que os cães fossem doados a um grupo acolhedor de animais.

– Luisa Mell denuncia mulher por maus-tratos após ‘desafio da farinha’ com cachorros

Os 23 cachorros foram amparados por uma protetora animal local, Roberta Julie Pinheiro, de 43 anos, que falou sobre o resgate ao G1, esclarecendo que contou com um conjunto de protetores animais – uma veterinária, um advogado e pessoas que se sensibilizaram com a situação dos bichos. 

Em nota, a Prefeitura de Peruíbe informou que, assim que tomou conhecimento do caso, enviou uma médica veterinária do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) que constatou os maus-tratos e deu prazo para esvaziamento e limpeza do imóvel. A Guarda Civil Municipal (GCM) também esteve na casa para dar apoio ao delegado e ao chefe dos investigadores da Polícia Civil.

Maus-tratos aos animais é crime previsto na Lei 1.095/2019, que estipula de dois a cinco anos de prisão, além do pagamento de multa e proibição da guarda. O Brasil possui cerca de 30 milhões de animais abandonados – 20 milhões de cães e 10 milhões de gatos.

Publicidade

Foto: Divulgação/Polícia Civil


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.


Warning: file_put_contents(/var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/cache/twitter-stream-hypeness.txt): failed to open stream: Permission denied in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/social.php on line 410


X
Próxima notícia Hypeness:
Semana de 4 dias ganha simpatizantes e pode beneficiar negócios; entenda