Debate

Homem é preso por tossir em policial que perguntou se ele tinha covid-19

Redação Hypeness - 21/01/2021

O britânico Casey Saint foi condenado a 11 meses de prisão após tossir no rosto de um policial durante a pandemia do novo coronavírus. O morador de Bury St Edmunds, na Inglaterra, estava fazendo uma festa em junho de 2020 e ao ser questionado se estava com covid-19, decidiu tossir no rosto de um membro da polícia inglesa.

– Coronavírus é responsável por queda considerável de fumantes no Reino Unido, revela pesquisa

Casey Saint tossiu duas vezes no rosto de um policial durante a pandemia de coronavírus; ele já foi detido e condenado a 11 meses na cadeia

Ele foi condenado a pagar 156 libras esterlinas ou R$ 1148 à vítima da agressão e passará os próximos meses de 2021 na cadeia.

Segundo o relato da imprensa britânica, Casey Saint foi julgado por outros crimes também: além da agressão contra um profissional de serviço essencial, ele também foi detido por portar uma arma branca em ambiente público durante a quarentena.

– Deputada é presa no Reino Unido ao admitir que viajou infectada com coronavírus

A juíza que condenou Saint, Emma Peters, afirmou que “qualquer ser humano que tosse no rosto de um policial em exercício durante uma pandemia merece punição”.

Segundo a polícia de Essex, o número de ataques contra policiais com cusparadas e tossidas no rosto disparou em 2020: foram 33% a mais em comparação com 2019 apenas no condado de Essex, na Grã-Bretanha. O coronavírus certamente influenciou nesse número. O chefe da Federação de Policias da Inglaterra e do País de Gales, John Apter, está preocupado com o tema

“Aqueles que atacam profissionais da linha de frente que estão se expondo ao vírus não tem respeito por ninguém ou nada. Sem dúvida, estamos observando uma sociedade ainda mais violenta, que precisa dar um passo para trás e compreender o que está fazendo”, disse.

– Cachorros estão sendo treinados para detectar Covid-19 em aeroportos no Reino Unido 

“Tentamos disponibilizar a melhor proteção para nossos oficiais e devemos dar um recado a esses delinquentes: é necessário puni-los, sem poréns. A todo momento vemos policiais sendo atacados e vemos os criminosos sendo liberados com pouca ou nenhuma punição. É importante mudar essa cultura”, concluiu.

Saint está detido desde outubro e vai continuar cumprindo sua pena. Segundo a defesa do jovem, ele está trabalhando na cozinha da cadeia e demonstrou bom comportamento, o que não foi suficiente para que a justiça britânica o liberasse do cumprimento de sua punição.

Publicidade

Fotos: Divulgação/Polícia de Suffolk


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Frio trouxe neve, medo de morrer e alerta em SP para mínima de -3º C