Debate

Jornalista autora de comentário xenófobo contra baianos se desculpa e diz ser ‘de outra geração’

por: Redação Hypeness

Uma jornalista esportiva teve que pedir desculpas depois de um comentário xenófobo que associou jogadoras do Bahia à preguiça. Conforme divulgado pelo jornalista Gabriel Vaquer no UOL, Aline Bordalo recebeu uma enxurrada de críticas pela fala durante transmissão pelo YouTube.

– Observatório do Racismo questiona normalização do preconceito no futebol

“Tomara que [as jogadoras do Bahia] estejam bem ‘baianas’. Pensando assim: ‘ah, vamos deixar o jogo para depois de amanhã. Enquanto isso, a gente já está no 220V”, declarou a comunicadora. 

Jornalista associou baianas à preguiça em comentário xenófobo

O trecho foi extraído de conversa de Aline com o técnico de futebol feminino do Botafogo, Gláucio Carvalho, que também soltou um comentário preconceituoso. 

“Infelizmente não vai ter, mas queria que tivesse, para que elas começarem (sic) a pular Carnaval e esquecer da partida”, declarou.

– Conversamos com as Dibradoras, as minas que deram um bico no machismo pelo amor ao futebol

A repercussão foi a pior possível e Aline teve que deletar a conta no Twitter, trancar o perfil do Instagram e ainda pensa em deletar o canal no YouTube. A jornalista, no pedido de desculpas enviado ao UOL, disse ser “de outra geração”. 

“Eu sou de outra geração. Tenho 44 anos. A gente falava que carioca era malandro, por exemplo. Me arrependo muito disso. Fiquei muito abalada”, pontuou. 

A comunicadora, que já trabalhou na Globo e Band, declarou não saber se vai continuar com o canal no YouTube. Ela explicou que a ideia era tratar do jogo com mais leveza e que o conteúdo foi gravado há duas semanas. 

“Eu realmente me arrependi, fui infeliz. Já morei no Ceará, tenho família na Bahia. Não tive a intenção de ofender”, justificou ao UOL. 

Publicidade

Foto: Reprodução


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.


X
Próxima notícia Hypeness:
‘Bridgerton’ abre debate sobre avó negra de rainha Elizabeth que Windsor prefere esconder