Criatividade

Mãe recebe filhos em aeroporto vestida de dinossauro para se proteger da covid-19

por: Redação Hypeness

Como matar a saudade em tempos de pandemia? A advogada Laiza Salomoni de Oliveira, de Campo Grande (MS) tem uma resposta criativa. Ela estava há pouco mais de duas semanas sem ver seus dois filhos — Lucas e Benjamin, de quatro e sete anos, respectivamente — que foram visitar o pai, em Curitiba. Quando os meninos retornaram ao Mato Grosso do Sul, ela foi recebê-los no aeroporto vestida com uma fantasia de dinossauro nada discreta. 

Cientistas mostram como são importantes os abraços para a saúde física e mental

Laiza em sua fantasia de dinossauro pronta para receber os filhos no aerporto.

Chegamos de máscara e tomamos todos os cuidados necessários. Foi muito engraçado porque eu entrei no banheiro de uma forma e saí vestida de dinossauro”, ela contou ao portal “G1”.

Laiza contou com a ajuda de uma amiga para se trocar no lavatório do aeroporto. A ideia surgiu para tentar diminuir os riscos de contaminação entre as crianças e a mãe, já que seria muito difícil não abraçá-los nesse momento. A amiga de Laiza foi quem emprestou a roupa exótica.

Repórter da Globo chora com pai que se vestiu de dinossauro para ver filho durante pandemia

Em um primeiro momento, Lucas e Benjamin não reconheceram a mãe. O mais novo ficou até um pouco assustado, mas depois entendeu a situação e se divertiu. Foi a primeira vez que os dois meninos viajaram sem a mãe. 

Os sentimentos que me cercavam ao pensar na ideia eram os de segurança, amor e prevenção. Eu estava com muitas saudades, no abraço me senti segura. Os filhos voltaram para o braço da ‘mamãe dinossaura’.”

Garota de 10 anos criou cortina de plástico para abraçar avós na quarentena

Publicidade

Fotos: Arquivo pessoal


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.


X
Próxima notícia Hypeness:
Cuscuz é declarado patrimônio da humanidade; origem está ligada com África