Debate

Mariana Ferrer defende influencer proibida de falar sobre denúncias de assédio contra ex

por: Redação Hypeness

A influenciadora Pétala Barros foi proibida de falar sobre seu ex-namorado, Marcos Araújo, acusado de estupro e violência doméstica pela jovem de 21 anos. Mariana Ferrer, que acusa André Camargo Aranha de estupro em caso que ganhou notoriedade no ano passado, saiu em defesa de Pétala em um depoimento comovente nas redes sociais.

– Jovem estuprada no Cafe de La Musique diz que abusador fez Instagram remover sua conta

Pétala Rodrigues denuncia o empresário Marcos Araújo de estupro e violência doméstica

O caso de Mariana Ferrer ganhou notoriedade em 2020, após o The Intercept Brasil revelar trechos da audiência judicial. O show de horrores, classificado como ‘tortura psicológica’ pela jurista Thayná Silveira, acabou levantando os olhos do público para a violência que vítimas sofrem em audiências jurídicas sobre violência de gênero.

– Mulher é resgatada após um ano e meio presa por marido no banheiro

Pétala acusa o empresário Marcos Araújo de tê-la estuprado quando ela tinha 14 anos, além de diversas outras violências que incluem agressão física e psicológica. Marcos Araújo é o dono da Audiomix, empresa que opera os festivais VillaMix e gere carreiras de artistas como Alok e Jorge e Mateus. A influenciadora conseguiu uma medida protetiva contra Marcos, mas foi impedida pela Justiça de falar sobre o caso nas redes sociais.

“Acabei de acordar com um oficial de justiça aqui em casa, acabei de receber uma intimação dizendo que não posso falar mais nada aqui na internet porque se eu falar vou ter que pagar uma multa diária de R$ 5 mil. Como eu não tenho dinheiro, eu não vou mais falar e peço desculpas a vocês. Por todas as mulheres que se sentiram representadas por mim, me desculpa, eu não posso mais falar”, disse Pétala.

“Sinto tanto por você, Pétala, e por todas as mulheres que eles conseguem censurar através da única coisa que eles têm: dinheiro e influência, porque de resto são vazios. Nunca saberão como é a sensação de não cometer crimes contra ninguém, de ser realmente inocentes perante os olhos de Deus e da sociedade, de andar de cabeça erguida e coração leve por andar nos preceitos d’Ele. A mesma censura aconteceu comigo um mês antes da sentença injusta e nojenta sair. Fui calada e ainda tive minhas redes sociais bloqueadas por meses, de forma inconstitucional através de um processo nulo. Posts meus foram deletados por eles. Continuo sendo silenciada, não posso falar da minha dor como antes mesmo nunca tendo exposto o processo ou terceiros”, afirmou Mariana Ferrer, em defesa da jovem.

– PM digital influencer morta por marido e influenciadora queimada por ex em live são vítimas do machismo

Marcos se defende das acusações e afirma que está tendo sua honra ferida. “O senhor Marcos Aurélio reitera que confia na justiça e que tudo restará resolvido e esclarecido, tanto no juízo de família, como no juízo criminal, pelas medidas que serão tomadas contra quem quer que seja, para restabelecer sua honra e reputação, bem como de sua empresa, que tem sofrido prejuízos decorrentes destas divulgações de acusações falsas”, relatou o advogado do acusado.

Publicidade

Fotos: Reprodução/Instagram


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.


X
Próxima notícia Hypeness:
Cuba experimenta dois lados da moeda com chegada de internet móvel