Arte

‘Odilon Lopez – 50’ curso de cinema forma jovens negros contra o apagamento racial no RS

Kauê Vieira - 26/01/2021

Para romper com processos constantes de apagamento da trajetória e memória de pessoas negras o coletivo Macumba LAM, em parceria com a Reina Produções, lança o projeto ‘Odilon Lopez – 50’Como o título já adianta, a iniciativa celebra a vida de um dos primeiros diretores negros de cinema do Brasil

Dividido em várias frentes, o projeto audiovisual gaúcho vai capacitar novos talentos para a produção de um curta-metragem contando a história de Odilon. A primeira etapa de ‘Odilon Lopez – 50’ chega com um curso de curta-metragem documental.

– ‘O Caso do Homem Errado’: Demorou 34 anos para mulheres negras voltarem aos cinemas no Brasil

Gratuito, o conteúdo é direcionado aos jovens negros e negras das periferias do Rio Grande do Sul. Por causa da pandemia do novo coronavírus as aulas do Curso de Cinema Documental Odilon Lopez, que acontece entre os meses de fevereiro e abril, serão ministradas pela internet. 

O cineasta negro Odilon Lopez é tema de curso no RS

‘Odilon Lopez – 50’ – o curso 

O plano de aulas se multiplica em temas fundamentais para o combate ao racismo explícito e estrutural que segura o desenvolvimento social no Brasil. Os alunos terão noções de roteiro, produção, direção e edição de documentário – tudo o que é preciso para a realização de um bom filme. Tudo isso faz parte do que foi batizado pelos criadores de História Afrocentrada do Cinema

“A possibilidade em proporcionar uma ação formativa com este contexto contribui com a democratização do audiovisual no Estado, amplia oportunidades para novos talentos e de narrativas com mais representatividade. Também promovemos assim o resgate e a preservação da história e cultura afro-brasileira em ambientes educativos, como prevê a Lei 10.639/03, por exemplo. Esta iniciativa é um marco para o Rio Grande do Sul”, ressalta  Mariani Ferreira, uma das fundadoras do coletivo Macumba LAB.

Pensando na inclusão social, o curso sobre o cineasta negro Odilon Lopez disponibiliza 20 bolsas de estudos, com auxílio de R$ 600, além de prover o acesso à internet. 

Se interessou? Gratuitas, as inscrições podem ser feitas por meio do site www.macumbalab.com.br até o dia 26 de janeiro ou  com o esgotamento das 70 vagas.  

Publicidade

Foto: Divulgação


Kauê Vieira
Nascido na periferia da zona sul de São Paulo, Kauê Vieira é jornalista desde que se conhece por gente. Apaixonado pela profissão, acumula 10 anos de carreira, com destaque para passagens pela área de cultura. Foi coordenador de comunicação do Projeto Afreaka, idealizou duas edições de um festival promovendo encontros entre Brasil e África contemporânea, além de ter participado da produção de um livro paradidático sobre o ensino de África nas Escolas. Acumula ainda duas passagens pelo Portal Terra. Por fim, ao lado de suas funções no Hypeness, ministra um curso sobre mídia e representatividade e outras coisinhas mais.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.


Warning: file_put_contents(/var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/cache/twitter-stream-hypeness.txt): failed to open stream: Permission denied in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/social.php on line 410


X
Próxima notícia Hypeness:
Juliano Cazarré fala sobre recusa em tomar vacina contra a covid-19