Debate

Racismo: PM diz que abordou jovem por ele ter ‘cara de ladrão’. ‘Vai ser enquadrado 10 vezes’

por: Redação Hypeness

“Você tem cara de ladrão, vai ser ‘enquadrado’ dez vezes, você tá escutando?”. As palavras foram registradas por Lucas Costa de Araújo, operador de loja de 23 anos, que sofreu racismo durante uma abordagem da Polícia Militar em Santos, no litoral de São Paulo. Indignado com a situação, ele publicou os vídeos do momento nas redes sociais, segundo afirmou em entrevista para o G1. 

O caso ocorreu quando o jovem, que trabalha durante a madrugada em um supermercado, voltava do serviço, por volta das 6h30 de terça-feira (12). Ele relata que estava de bicicleta na ciclovia do bairro Gonzaga quando três policiais que vinham na direção oposta à dele, também de bicicleta, retornaram em sua direção assim que o viram.

– Racismo: assim como Emily e Rebecca, as 12 crianças mortas baleadas no RJ eram negras

O operador explica que mora em São Vicente, cidade vizinha, e faz o mesmo caminho todos os dias durante a volta do serviço. “Quando o último policial que passava de bicicleta me olhou e deu meia volta, notei que seria ‘enquadrado’. Então, resolvi gravar, porque já era meu quarto ‘enquadro’ só esse ano, e naquela mesma região. Eu queria gravar só o começo, só que, quando ele começou a me ofender, continuei. E acabou que registrei ele falando que eu estava sendo ‘enquadrado’ porque tinha cara de ladrão”, disse ao G1.

– Maju Coutinho manda papo reto sobre racismo ao noticiar prisão equivocada no Jornal Hoje

Racismo: PM diz que abordou jovem por ele ter ‘cara de ladrão’. ‘Vai ser enquadrado 10 vezes’

No vídeo, é possível ouvir a conversa entre o PM e o jovem. Primeiro, o policial o questiona: “Por que que você tá revoltado aí? [sic]”. Em seguida, o jovem olha e diz, “porque é o quarto ‘enquadro’ que eu levo esse ano [sic]”. O PM responde: “Fod*-**, tu tem cara de ladrão, tu vai ser enquadrado dez vezes, você tá escutando? [sic]”

– Racismo para alugar imóveis: ‘procurar casa sem deixar a pessoa ver a minha foto’

O rapaz afirma que, como o outro PM pediu que ele colocasse a mão na cabeça e guardasse o celular, ele encostou a bicicleta e foi revistado pelos policiais. Ainda segundo o jovem, outra viatura com duas policiais chegou rapidamente. Os PMs teriam consultado o RG dele, e apenas depois o liberaram. 

O jovem diz ter sido abordado pela PM quatro vezes em 2021

– Plenária virtual de candidatas negras é invadida por ataques racistas: ‘Negro macaco’ e ‘brancos no topo’

“Dizem que Santos é uma das melhores cidades para se viver. Em 12 dias do ano, fui ‘enquadrado’ quatro vezes lá. Então, é a melhor para viver para quem? Para a elite, né? Não para um preto e favelado como eu. Eles sempre usam uma desculpa, que a pessoa estava mal vestida, sem camisa, com tatuagem, quando, na verdade, tudo isso se resume a preconceito e racismo. Eu trabalho e ando na linha, estava de calça, bota e camiseta, voltando do trabalho, não tinha motivo para passar por isso”, desabafa.

Agora, com a repercussão, o jovem trabalhador espera que a Polícia Militar tome alguma atitude com relação ao ocorrido. Em nota, A PM afirma que as imagens que flagram a ação do policial foram encaminhadas para a Seção de Justiça e Disciplina para apuração e que não compactua com desvios de conduta. 

– Record associa Beyoncé com ‘magia negra’ e é criticada por racismo; veja vídeo

Confira o pronunciamento na íntegra:

“A abordagem policial é uma atividade operacional necessária, por permitir a descoberta de objetos ilícitos em posse dos infratores, preserva a vida dos cidadãos e do próprio policial quando realizada dentro dos parâmetros técnicos necessários e regulada por Procedimento Operacional Padrão pautado na legislação vigente, Direitos Humanos, Polícia Comunitária e Gestão pela Qualidade.

No ano de 2020, a Polícia Militar teve como resultado de suas ações e abordagens 7,7 mil armas de fogo e 227 toneladas de drogas apreendidas, recuperou 36 mil veículos e prendeu 125 mil criminosos.

– Beyoncé é acusada por Lilia Schwarcz de ‘glamorizar negritude’ em texto cheio de equívocos

A Polícia Militar não compactua com desvios de conduta, e todas as denúncias são rigorosamente investigadas. O material encaminhado pela redação foi direcionado à Seção de Justiça e Disciplina para apuração”.

Publicidade

Fotos: Reprodução / Twitter


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.


X
Próxima notícia Hypeness:
Criança de 10 anos estuprada pelo padrasto está grávida de gêmeos