Debate

Vogue fala sobre capa com vice-presidente Kamala Harris e acusações de branqueamento

por: Gabriela Rassy

A editora-chefe da revista Vogue norte-americana, Anna Wintour, quebrou seu silêncio sobre a foto da vice-presidente eleita Kamala Harris, capa da edição de fevereiro, o que causou polêmica sobre suposto branqueamento quando foi vazada antes do lançamento.

Na imagem, feita pelo fotógrafo Tyler Mitchell, Harris está na frente de uma cortina rosa e verde – uma homenagem às cores de sua fraternidade Alpha Kappa Alpha – vestindo seu clássico tênis Converse de cano baixo, terninho preto e camisa branca.

Capas da Vogue norte-americana com a vice-presidente eleita dos EUA Kamala Harris

Capas física e digita da Vogue norte-americana com a vice-presidente eleita dos EUA Kamala Harris

As críticas se voltaram principalmente para a iluminação e para o estilo. Muitos chamaram a imagem de “esbranquiçada”, “desbotada” e afirmaram que a roupa casual não era apropriada para uma capa histórica da revista com a primeira mulher negra eleita vice-presidente dos Estados Unidos.

Desdobramentos na mídia

Segundo a CNN norte-americana, uma fonte familiarizada com as discussões disse que a equipe de Harris acreditava que a capa apresentaria uma imagem diferente, que a mostrava posando em um terno azul claro contra um fundo dourado – essa imagem, inclusive, foi lançada como uma capa digital, e foi notavelmente a única que o próprio fotógrafo divulgou em suas redes sociais.

Capas usada nas redes sociais da Vogue norte-americana com a vice-presidente eleita dos EUA Kamala Harris

Capa com fundo dourado foi a escolhida para a versão digital e redes sociais da Vogue

Em uma declaração ao The New York Times, Wintour disse que não havia “nenhum acordo formal” sobre a escolha da capa, mas enfatizou que “absolutamente não era nossa intenção diminuir de forma alguma a importância da incrível vitória do vice-presidente eleita.”

De acordo com a editora-chefe de uma das maiores publicações de moda do mundo, a equipe de criação da Vogue sentiu que o look casual era a melhor escolha para o momento atual, fazendo uma conexão com o estado pandêmico e tumultuado do país. Ela não comentou sobre a iluminação da imagem.

“Quando as duas imagens chegaram à Vogue, todos nós sentimos muito, muito fortemente que o retrato menos formal da vice-presidente eleita realmente refletia o momento em que estávamos vivendo”, disse ela no comunicado.

A editora-chefe da revista Vogue norte-americana, Anna Wintour, caminhando de óculos escuros

Anna Wintour, editora-chefe da revista Vogue norte-americana, comenta as capas com Harris

Pandemia e a escolha da imagem

“Estamos no meio… da pandemia mais terrível, que está tirando vidas a cada minuto, e sentimos que refletíamos esse momento trágico da história global, um quadro muito menos formal, algo que era muito, muito mais acessível, e realmente refletia a marca registrada da campanha Biden-Harris…”

Wintour não é a única a defender a escolha da capa. André Leon Talley, ex-editor geral da Vogue nos Estados Unidos, expressou sua opinião em um post no Instagram na terça-feira.

“O uniforme de trabalho (de Harris) com seus onipresentes tênis Converse é uma aspiração. Prevejo que vai estabelecer uma tendência para todas as mulheres jovens em todo o mundo que vão se vestir como Kamala Harris”, escreveu ele. “A controvérsia é totalmente ridícula.”

Capa física da revista Vogue, fundo rosa e verde, com Kamala Harris de terninho e tênis Converse

Capa criticada pela informalidade e branqueamento de Kamala Harris

Entrevista sobre a capa da Vogue

A declaração de Wintour foi lida por Kara Swisher, apresentadora do podcast “Sway”, para a abertura de uma entrevista que ela havia dado sobre a capa dias antes de vazar. Na entrevista, Wintour disse que Harris escolheu sua própria roupa para a imagem da capa, explicando que ela tem “um senso de estilo muito seguro”. Ela chegou a descrever a capa como “alegre e otimista”.

“Não consigo imaginar ninguém vendo nesta capa outra coisa senão isso, a imagem de uma mulher em pleno domínio de seus poderes que, junto com o presidente eleito, dará a este país a liderança de que precisa”, disse. “Para mim, é uma declaração muito importante e positiva sobre as mulheres e as mulheres no poder.”

A equipe de Kamala Harris se recusou a comentar os acontecimentos, ainda que alguns portais tenham divulgado que a escolha da imagem os “surpreendeu”.

Publicidade


Gabriela Rassy
Jornalista enraizada na cultura, caçadora de arte e badalação nas capitais ensolaradas desse Brasil, entusiasta da cena musical noturna e fervida por natureza.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Luana Piovani detalha abuso sexual sofrido na infância: ‘Fui molestada’