Inspiração

3 cenas de filmes com falas necessárias

por: Gabriela Rassy

O cinema sempre nos trouxe boas reflexões sobre questões urgentes na sociedade. Se por um lado as tramas nos envolvem pela história, algumas falas são reveladoras e necessárias.

O Hypeness se juntou ao Telecine para indicar filmes que trazem diálogos importantes para pensarmos e evoluirmos. Todos os títulos estão disponíveis na plataforma de streaming do hub de cinema e os 30 primeiros dias de assinatura são gratuitos para novos assinantes.

Nesta lista, cenas que nos trazem diálogos sobre feminismo, negritude, questões LGBTQIA+ e levantam temas importantes.

Vamos nessa!

1. ‘Estrelas Além do Tempo’

Durante a corrida espacial, três matemáticas negras Katherine Johnson (Taraji P. Henson), Dorothy Vaughn (Octavia Spencer) e Mary Jackson (Janelle Monáe) tentam se autoafirmar dentro de uma NASA, ainda muito racista e sexista.

Enquanto lidam com o chefe (Kevin Costner) e o funcionário Paul (Jim Parsons), que faz de tudo para sabotá-las. Baseado em uma história real, o longa foi indicado a três Oscars, incluindo o de Melhor Filme.


“Três mulheres negras estão perseguindo um policial branco por uma rodovia em 1961. Este é um milagre ordenado por Deus!”

A frase diz muito sobre este momento, em que as pessoas negras ainda precisavam usar banheiros, cafeteiras e tudo mais separado das pessoas brancas em ambientes sociais. Quando o carro das três matemáticas parou na estrada à caminho da NASA, um policial as questionou e ficou impressionado que eles estavam contratando mulheres e além de tudo negras para o programa. Um filme sobre feminismo, negritude e barreiras rompidas.

2. ‘A Caixa de Pandora’

Maybelline Metcalf (Jacki Weaver) é diretora do coral de uma igreja conservadora. Da noite para o dia, ela descobre que o filho, de quem se afastou quando este revelou ser gay, faleceu. Para sua surpresa, ela herda um clube de drag queens que agora precisa ser comandado. Em meio a situações e sentimentos inesperados, Maybelline se vê em um processo de desconstrução.

“Não estou vendo nosso filho pelos seus olhos medrosos.”

Quando Maybelline abandona seus preconceitos e decide tocar o negócio do filho falecido, é confrontada pelo marido. Já tranquila com a aceitação do universo gay e drag queen, ela mostra que aprendeu a olhar sem medo para o que não conhecia.

3. ‘Stonewall – Onde O Orgulho Começou’

Nos anos 1960, após ser expulso pelo pai por ser gay, o jovem Danny (Jeremy Irvine) sai do interior para Nova York. Ele vai parar na Rua Christopher e é acolhido por um grupo LGBT. Lá ele vivencia a violência e repressão da polícia. A rebelião de Stonewall culminou na Parada Gay que se espalhou pelo mundo.

“Pessoas comuns podem fazer coisas extraordinárias”

“- Este não é o caminho, Danny
– Este é o único caminho”

Quando Danny percebe que pelo caminho da conversa não era possível que a polícia parasse de perseguir a comunidade LGBT+ de Nova York, partem para o combate. E assim começa a revolução.

Publicidade


Gabriela Rassy
Jornalista enraizada na cultura, caçadora de arte e badalação nas capitais ensolaradas desse Brasil, entusiasta da cena musical noturna e fervida por natureza.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Alívio para a enxaqueca: segredo pode estar na yoga e meditação, apontam cientistas