Design

A história por trás das misteriosas mini portas espalhadas pelo Capitólio

Redação Hypeness - 02/02/2021 | Atualizada em - 16/02/2021

O Capitólio dos EUA ganhou as páginas de jornais do mundo todo após a recente invasão por apoiadores de Donald Trump em busca de um golpe de Estado. Mas além de ter sido palco desta tentativa de ataque à democracia e abrigar o congresso norte-americano, este edifício guarda pequenas e importantes portas cheias de história.

Pequenas portas misteriosas do Capitólio

Pequenas portas misteriosas do Capitólio

As suposições sobre o que está por trás das mini portas do Capitólio são tão variadas quanto os detalhes arquitetônicos que abrangem o campus do Capitólio. A explicação para a existências delas envolve a véspera de Natal, a Biblioteca do Congresso e o engenheiro Montgomery Meigs.

A história das mini portas

Tudo começa com um incêndio na véspera de Natal de 1851. Naquela época, a Biblioteca do Congresso estava instalada no edifício do Capitólio.

Edifício do Capitólio, congresso dos EUA

Edifício do Capitólio, congresso dos EUA

Naquela manhã, enquanto o guarda John Jones caminhava pelo prédio, ele percebeu uma luz brilhante nas janelas da biblioteca. Jones não tinha a chave do quarto, então foi forçado a arrombar a porta.

Uma vez lá dentro, ele descobriu um pequeno incêndio. Como não havia água disponível no prédio, Jones teve que descer correndo para buscar e quando ele voltou, o fogo havia se espalhado por toda a biblioteca de dois andares.

Sete bombeiros responderam aos alarmes e trabalharam dia e noite até a manhã de Natal para extinguir as chamas.

Pintura mostra incêndio no edifício do Capitólio

Pintura mostra incêndio no edifício do Capitólio

O incêndio devastou toda a coleção da Biblioteca destruindo trinta e cinco mil volumes. Aproximadamente dois terços dos livros comprados de Thomas Jefferson haviam desaparecido.

Manuscritos, mapas e outras obras de arte foram consumidos pelo fogo, que mais tarde se determinou ter sido causado por uma faísca da lareira na sala abaixo da Biblioteca.

Durante a investigação, Jones testemunhou que o fogo poderia ter sido extinto facilmente se houvesse água nas proximidades. O medo de futuros incêndios motivou o Congresso a financiar um suprimento de água confiável e extremamente necessário para a capital Washington.

Até que o capitão Montgomery C. Meigs, do Corpo de Engenheiros do Exército dos EUA, foi designado pelo Departamento de Guerra para gerenciar o projeto.

Montgomery Meigs e as portas do Capitólio

Meigs teve uma carreira notável. Ele ajudou a construir muitos marcos da capital americana, incluindo o Cemitério Nacional de Arlington, a extensão do Capitólio e o moderno Domo do Capitólio.

Provavelmente, sua realização de engenharia mais significativa foi o Aqueduto de Washington. O elaborado sistema trouxe água doce do rio Potomac em Great Falls para o distrito federal – e para os canos escondidos atrás das pequenas portas do Capitólio.

Essas pequenas portas e as fontes de água que elas abrigavam, encontradas em vários lugares do Capitólio, eram polivalentes.

Elas estavam prontas para fornecer água para evitar que qualquer incêndio futuro se espalhasse, mas também garantiram que a lama rastreada pelas ruas de terra e trilhas de Washington pudesse ser facilmente limpa do chão do Capitólio.

É por isso que as portas têm apenas cerca de 76 centímetros de altura: elas escondem armários baixos e rasos onde os trabalhadores enchiam baldes de água para limpar o chão.

Ao longo dos anos, o sistema de água de Meigs passou por muitas melhorias, mas ainda hoje carrega água para a cidade.

O Capitólio também passou por muitas reformas ao longo dos anos, incluindo torneiras de água mais acessíveis e modernos sistemas de supressão de incêndio.

Embora as pequenas portas não sejam mais necessárias para seu propósito original, elas ainda fazem parte do Capitol, pois os visitantes param para admirar seu tamanho minúsculo e imaginar o que poderia estar atrás delas.

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.