Debate

Alberto Fujimori será julgado por esterilização forçada de mulheres e homens no Peru

por: Redação Hypeness

Está marcado para o dia 1º de março uma audiência que pode, finalmente, levar a uma  Alberto Fujimori, ex-presidente do Peru (1990-2000), por ter submetido cerca de 340 mil mulheres e 25 mil homens a esterilização forçada durante seu governo. O regime ditatorial de Fujimori implementou a prática como parte do Programa Nacional de Planejamento Familiar, que visava combater a pobreza. No entanto, a ação não passava de uma violação aos direitos humanos que tinha como alvo, em sua maioria, grupos indígenas e camponeses.  

A aterradora história da brasileira que foi submetida a uma laqueadura sem consentimento

O ex-presidente do Peru Alberto Fujimori em foto de 2000.

Além de Fujimori, serão julgados também três ministros da saúde do regime. Eduardo Yong Motta, Marion Costa Bauer e Alejandro Aguinaga. 

De acordo com um levantamento da organização feminista Demus, ao longo dos anos, cerca de 211 mil mulheres foram submetidas a procedimentos de laqueadura de trompas sem terem recebido informação suficiente sobre o procedimento. Outras 25 mil mulheres, pelo menos, não foram explicadas sobre a irreversibilidade da cirurgia. Estima-se que apenas 35% das mulheres submetidas à esterilização concordaram com a operação. 

Igreja Universal é acusada de forçar abortos e propor esterilização de pastores; entenda

Em sua defesa, Fujimori, atualmente com 85 anos, insiste na alegação de que os procedimentos foram feitos com autorização das vítimas. No entanto, a maioria delas era analfabeta e falava apenas o idioma quéchua, dialeto local. Os documentos assinados por elas, muitas vezes sob ameaças, que em tese autorizavam a ligadura eram escritos em espanhol, o que impedia a real compreensão. 

No último dia 10 de fevereiro, o Congresso Nacional do Peru aprovou a liberação de indenizações às vítimas do governo de Fujimori. Oficialmente, 2.074 mulheres devem receber o ressarcimento, mas o número de vítimas é muito maior. 

Fujimori está preso por corrupção e assassinatos durante o seu governo. 

América do Sul teve mulheres caçadoras há mais de 9 mil anos, aponta estudo

“Nós somos as filhas das camponesas que vocês não puderam esterilizar”, diz o cartaz de uma manifestantes contra o indulto concedido a Fujimori em 2016.

 

Publicidade

Fotos: Getty Images


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Jovem que matou gamer de 19 anos após conhecê-la na internet escreveu livro sobre assassinato