Debate

Alemanha cria cápsulas térmicas para quem vive na rua. Já SP coloca pedras debaixo de viaduto 

Redação Hypeness - 01/02/2021

Nos últimos dois anos a prefeitura de Ulm, na Alemanha, tem distribuído pela cidade cabines para que sejam ocupadas por moradores em situação de rua – especialmente nas noites geladas do inverno intenso que faz por lá. As cápsulas são feitas de aço e madeira e foram batizadas Ulmer Nest (Ninho de Ulm). Os dispositivos são à prova d’água e de vento, funcionam com alimentação via energia solar e possuem até conexão à internet.  E, para garantir a privacidade dos usuários, não há câmeras no interior, segundo informações do EuroWeekly News. 

Em ano de pandemia, as Ulmer Nests ganharam um importante avanço tecnológico. Trata-se de um moderno isolamento térmico para garantir mais conforto aos ocupantes. As unidades possuem comunicação direta com a ONG que está à frente do projeto social para que elas possam ser higienizadas quando necessário ou consertadas caso haja alguma avaria.

Cada Ulmer Nest é grande o suficiente para duas pessoas. O ar fresco circula constantemente graças ao seu design futurista. Espera-se que a ideia inovadora seja implementada em outras partes da Alemanha, que possui uma população de mais 650 mil desabrigados, bem como em toda a Europa. 

– Polícia suspeita que marmita envenenada tenha matado moradores de rua e cachorro

Pedras anti-moradores em situação de rua em SP 

– João Gordo abre vaquinha para entregar marmitas veganas aos moradores de rua durante pandemia

A cidade de São Paulo, apesar de precisar com urgência resolver o desafio dos sem-teto, insiste em tratar a situação com medidas paliativas e até cruéis. Como mostrou reportagem da Folha de São Paulo, funcionários de uma empresa contratada pela prefeitura concluíram a instalação de pedras presas ao chão por uma espessa camada de cimento, na parte debaixo do viaduto Dom Luciano Mendes de Almeida, na avenida Salim Farah Maluf, no Tatuapé (Zona Leste).

A instalação foi feita no sentido bairro da avenida, já que a obra já estava finalizada do outro lado da pista. “A gente faz porque é obrigado, mas até aperta o coração tirar o teto de quem já mora na rua”, disse um dos trabalhadores, em entrevista à Folha de São Paulo. 

“A gente faz porque é obrigado, mas até aperta o coração tirar o teto de quem já mora na rua”, diz um dos trabalhadores da obra

A capital paulista tem 24.344 mil moradores em situação de rua, diz censo feito pela preifeitura em 2019. Desse total, 8,8% destas pessoas ocupavam a parte debaixo de viadutos, mais segura contra a chuva, por exmeplo. A região da Subprefeitura da Mooca, onde ficam os viadutos que receberam as pedras, concentrava 835 pessoas em situação de rua, ficando atrás apenas da Subprefeitura Sé (7.593).

– Como uma bailarina está usando comida vegana para mudar a vida de moradores de rua de SP

– Alunos criam cobertor impermeável para esquentar moradores de rua

Bruno Covas foi criticado por viajar ao Rio para ver a final da Libertadores

A menos de 1 km dali, a parte inferior do viaduto Antônio de Paiva Monteiro também foi coberta por pedras quadradas no fim do ano passado. Quem trabalha próximo conta que o local sempre foi ocupado por alguns moradores em situação de rua, que sumiram após a intervenção da prefeitura.

A Prefeitura de São Paulo informou, por meio de nota, que “desconhece a ação citada” e que será aberta uma sindicância para apurar o ocorrido. As pedras colocadas sob os viadutos “já estão sendo removidas”, afirma o texto. A gestão Bruno Covas (PSDB) ainda assegurou cumprir o decreto Nº 59.246/20, que dispõe sobre os procedimentos e o tratamento dado à população em situação de rua durante as ações de zeladoria urbana.

Publicidade

Fotos: foto 1: Divulgação/Prefeitura de Ulm/foto 2: Reprodução/foto 3: Reprodução/Twitter


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Warning: file_put_contents(/var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/cache/twitter-stream-hypeness.txt): failed to open stream: Permission denied in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/social.php on line 410


X
Próxima notícia Hypeness:
Giovanna Lancellotti é vacinada contra a covid mesmo não morando em Fernando de Noronha