Inspiração

Britânico descobre que seu cachorro está mancando para lhe imitar – depois de gastar mais de 2 mil reais em exames

Vitor Paiva - 19/02/2021 | Atualizada em - 05/03/2021

Essa história viralizou e virou notícia nos jornais ingleses, e o motivo é tão cômico quanto encantador – com a fofura irresistível que somente a amizade dos cães pode oferecer. Quando percebeu que seu cachorro Billy estava mancando, o britânico Russell Jones não titubeou, e correu para o veterinário a fim de descobrir o motivo da dor do seu amigo de quatro patas. Depois de uma série de exames e mais de 300 libras em contas – mais de R$ 2.270 reais – sem nenhuma conclusão ou mesmo desconfiança do que estava fazendo o animal completamente saudável mancar, eis que o motivo enfim se revelou: Billy estava simplesmente imitando seu dono.

Russell e seu amigo Billy

Russell e seu amigo Billy, ambos mancando

Amigos e amigas nas telas: 10 dos melhores filmes sobre amizade da história do cinema

O diagnóstico certeiro veio de graça e através do afeto de Michelle, companheira de Russell, depois de notar o comportamento do cão. Acontece que Russell também estava mancando, por conta de uma fratura no tornozelo – e depois que as radiografias e os exames mostraram que Billy não tinha nada. Quando saiu da mesa do veterinário, Billy sequer mancava: quando chegou à rua e viu novamente Russel mancando, ele voltou também a mancar, em solidariedade a seu melhor amigo humano.

A simpática conclusão rapidamente se espalhou a internet, levando muita gente a expressar ternura diante do gesto de compaixão do animal. Outras pessoas, no entanto, levantaram preocupações pela hipótese de Billy de fato não estar bem – mas vale lembrar que estudos já comprovaram que cães de fato tendem a imitar seus donos e humanos mais próximos.

O cão ativista Negro Matapacos morreu há três anos, mas continua sendo lembrado no Chile

Billy, o cachorro manco

O dia em que Joaquin Phoenix salvou uma vaca do abate e faz amizade com dono do matadouro

No mais, o animal esta devidamente acompanhado e examinado, sem qualquer mínima sugestão de dor – somente mesmo a conclusão do afeto e talvez de um certo veio cômico para explicar o fato de Billy mancar ao lado de Russell.

Russell e seu amigo Billy

Publicidade

© fotos: divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores, publica artigos, ensaios e reportagens.