Inovação

Cientistas desenvolvem madeira transparente para substituir vidro e economizar energia

Vitor Paiva - 24/02/2021 | Atualizada em - 05/03/2021

Para já imaginou possuir o poder de enxergar através de paredes sólidas, é basicamente isso que cientistas da Universidade de Maryland, nos EUA, estão prometendo: segundo estudo publicado na revista científica Science Advances, os pesquisadores acreditam ter descoberto uma maneira de tornar a madeira em um material transparente, capaz de servir como alternativa renovável, por exemplo, ao vidro e ao plásticos não só nas residências, mas também em embalagens e outras finalidades comuns.

A madeira transparente desenvolvida pela Universidade de Maryland

Empresa cria máscara transparente aprovada para uso médico que facilita leitura labial

Pois o impacto da novidade pode ir muito além de seu sentido estético, e mudar de forma eficaz e impactante áreas como a construção e a arquitetura, por exemplo – enquanto o vidro não é um bom isolante de calor, a madeira possui incrível eficácia em tal função, mantendo temperaturas e permitindo a entrada de luz natural. Por isso a busca por tornar a madeira um material transparente se dá há muitos anos, mas costumava ser muito custosa e exigir o uso de materiais químicos danosos – a novidade do último estudo é justamente a descoberta de um método capaz de tornar madeira transparente sem consumir tanta energia ou química.

A madeira transparente desenvolvida pela Universidade de Maryland

Artista brasileira ‘conserta’ cadeiras com acrílico e cria verdadeiras obras de arte

Segundo o estudo, um único produto químico seria capaz de tornar a madeira, comumente forte absorvente de luz e cor, em material translúcido: o peróxido de hidrogênio, popularmente conhecido como água oxigenada. A pesquisa afirma que a água oxigenada aplicada em método específico é capaz de alterar de tal forma o cromóforo, parte das moléculas responsáveis pela cor da madeira, até fazer com que ela simplesmente pare de absorver a luz. O peróxido de hidrogênio já é utilizada sobre a madeira para a fabricação de papel.

A diferença nas madeiras após a aplicação de água oxigenada

A diferença nas madeiras após a aplicação de água oxigenada

Caiaque transparente permite ver o fundo do mar

O método sugerido pela pesquisa afirma que aplicando o líquido e expondo a madeira à luz ultravioleta, transformando a tonalidade marrom em branca – em seguida, a aplicação de uma resina epóxi preenchendo os espaços na madeira resultou em transparência ótica. O resultado foi um produto muito mais forte e resistente, durável e leve que o vidro – e com melhor isolamento térmico – capaz de permitir a passagem de cerca de 90% de luz. Trata-se de alternativa incrivelmente eficaz, sustentável e mais barata para o uso de vidro em construções e outros meios. “Combinando sua produção eficiente, padronizável e escalonável, esta madeira transparente é uma candidata promissora para aplicações em edifícios com eficiência energética”, diz o estudo.

A madeira transparente desenvolvida pela Universidade de Maryland

Publicidade

© fotos: Universidade de Maryland


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores, publica artigos, ensaios e reportagens.