Reverb

Como ‘Bridgerton’, Billie Eilish e Ariana Grande fizeram a mistura do pop com música clássica

Redação Hypeness - 17/02/2021 | Atualizada em - 20/04/2021

Sucesso de audiência, a série “Bridgerton”, da Netflix, apresenta hits pop em versões adaptadas para música clássica. “Thank U, Next”, de Ariana Grande, e “Bad Guy”, de Billie Eilish, são algumas das faixas que ganharam covers instrumentais na muitíssimo bem-sucedida produção de Shonda Rhimes.

“Pareceu uma maneira divertida e atrevida de fazer a trilha sonora”, diz Alexandra Patsavas, supervisora ​​musical da série e responsável pela curadoria das trilhas sonoras de outros sucessos de Shonda Rhimes, como “Grey’s Anatomy” e “Scandal”.

“Você ouve a letra na sua cabeça. As letras estão sendo sussurradas subliminarmente”, adiciona ela.

Além dos hits de Billie Eilish e Ariana Grande, “Girls Like You“, do Maroon 5, “In My Blood“, de Shawn Mendes,”Wildest Dreams“, de Taylor Swift, e “Strange“, de Celeste, também foram escolhidas para fazer parte do EP “Bridgerton: Covers From the Netflix Original Series”, com versões clássicas gravadas anteriormente pelo Vitamin String Quartet.

“O quarteto fez covers de várias canções pop atuais de forma muito engenhosa, […] eles têm uma riqueza de opções”, diz Patsavas sobre o grupo de Los Angeles que se popularizou justamente com versões instrumentais de músicas famosas do pop, do rock, do country e de outros gêneros.

Compositor da trilha sonora original da série, o pianista Kris Bowers contou como se sentiu ao fazer parte do processo.

“Estou muito grato não só por ter feito parte deste show incrível, mas também por fazer música com todos os nossos instrumentistas gravando remotamente”, diz o músico, em comunicado.

“Eu não poderia ter feito isso sem a minha equipe e sem os músicos incríveis que colocaram uma quantidade enorme de coração e de emoção nesta trilha, tudo feito dentro de seus estúdios caseiros”, finaliza ele.

Direitos autorais de cada música

A fim de liberar os direitos de uso de cada canção escolhida para a trilha sonora de “Bridgerton”, Alexandra Patsavas mostrou aos respectivos artistas um corte bruto da cena planejada ou, pelo menos, deu “uma descrição robusta” da ação.

“Eu levo muito a sério o fato de os artistas estarem entusiasmados com aquilo para o qual estão emprestando suas músicas, diz a supervisora musical.

Um dos casos de melhor combinação com “Bridgerton” aconteceu com a música “Wildest Dreams”, de Taylor Swift. Originalmente lançada em 2015, a canção aparece em uma cover instrumental durante uma cena de sexo da série.

“Tentamos muitos, muitos covers naquele momento, e este foi o vencedor; a melhor música para acompanhar esta cena bastante intensa”, diz Patsavas.

“Assim que vimos o corte com a música, era só esperar que Taylor dissesse sim”, finaliza ela.

Montagem com foto de Taylor Swift (à esquerda); e foto de divulgação dos protagonistas de 'Bridgerton' (à direita)

Taylor Swift foi uma das artistas procuradas para ter uma faixa em versão clássica em ‘Bridgerton’

Ao adicionar um toque moderno à música clássica da série, Patsavas — que também trabalhou nos filmes da saga “Crepúsculo” — espera “convidar jovens espectadores a entrar [na trama]”.

“Mas, honestamente”, diz ela, “essas músicas pop não são apenas para jovens espectadores; são realmente para todos”.

Escute o EP com os covers em música clássica de ‘Bridgerton’:

Texto escrito com informações do “New York Post“.

Publicidade

Fotos: Divulgação/Netflix / Foto de Taylor Swift: Getty Images


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.

Especiais



X
Próxima notícia Hypeness:
Songbooks para você aspirante a músico que ama MPB