Design

Loja vira alvo da polícia por denúncia sobre logo ‘sensual demais’

Vitor Paiva - 12/02/2021 | Atualizada em - 04/03/2021

A ideia para o logotipo do site de vendas indiano Myntra era tão simples quanto possível: uma letra “M” estilizada, significando o próprio nome da empresa – para ser legível, reconhecível e pronto. Ninguém poderia imaginar, no entanto, que a leitura do público seria de tal forma outra que o logotipo não só seria acusado de pornografia, como se tornaria caso de polícia.

O antigo e acusado logotipo da Myntra

O antigo e acusado logotipo da Myntra

A empresa recebeu da polícia uma denúncia dizendo que o monograma era excessivamente erótico, ofensivo e sexista por remeter à imagem de uma mulher de pernas abertas – o que, para além do debate, é realmente justo: o ícone de fato remete ao sugerido pela denúncia. A ilusão de ótica acontece pelo par de colunas laranjas que se sobrepõem no meio do logo, e que provocou a abertura do caso, em dezembro de 2020.

O novo logo da Myntra

O novo e corrigido logo da empresa

Desde então a empresa mudou a configuração das cores do seu logotipo, resolvendo enfim o dilema – ou ao menos no campo judicial e policial, pois para a internet o estrago já estava feito, e não há mudança singela que será capaz de apagar a imagem a que antes o logo remontava. “A parte mais engraçada da questão com a Myntra é que, ainda que eu duvide que muitas pessoas vissem antes, agora é impossível deixar de ver – e o novo logo não mudou o suficiente para encerrar a associação agora”, escreveu um usuário nas redes sociais.

O tweet comentando o caso

Tangerina

Exemplo da sensualidade da tangerina

Diversos posts lembraram os tantos logotipos que também oferecem forte conotação ou sugestão sexual – alguns muito mais graves do que o caso da Myntra. Outros foram além, e postaram até mesmo a imagem de uma tangerina aberta para lembrar que tudo pode ter essa forte associação erótica – dependendo do olhar de quem vê. Curiosamente essa não é a primeira vez que um logotipo é acusado de ser excessivamente sensual: o mesmo aconteceu com o ícone das Olimpíadas de Paris, em 2024 – que, ao ser lançado, levou a internet à loucura.

Outros logotipos sugestivos por todo o mundo

Outros logotipos sugestivos por todo o mundo

Publicidade

© fotos: reprodução


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores, publica artigos, ensaios e reportagens.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.