Viagem

Neve no deserto do Saara é fotografada na Algéria

por: Vitor Paiva

A imagem do deserto do Saara coberto de gelo pode parecer um delírio surrealista, o cenário paradoxal de um sonho, a própria definição do impossível – mas é, em verdade, um fenômeno raro e passageiro, costumeiramente apagado pelo sol e os calores escaldantes do maior deserto do planeta, e somente registrado por 4 vezes nos últimos 42 anos. Para nossa sorte, em meados de janeiro de 2021 o fotógrafo Karim Bouchetata se encontrava de câmera em punho nos arredores da cidade de Ain Sefra, na Algéria, quando mais uma vez nevou sobre o Saara – e ele fotografou essa inacreditável visão.

Neve no deserto do Saara fotografada por Karim Bouchetata

O período de janeiro costuma ser de quedas extremas de temperatura na região – quando o mesmo local que costuma marcar 50ºC no verão é capaz de alcançar gélidos -3ºC. A cidade de Ain Sefra fica a mais de 1000 metros de altitude na Cordilheira do Atlas, cadeia de montanhas localizada a noroeste do continente africano, e por isso o frio costuma ser especialmente intenso por lá nessa época do ano. Ainda assim, a neve é fenômeno raríssimo, e ainda mais seu registro. Nevascas ainda maiores ocorreram em dezembro de 2016 e janeiro de 2018, mas antes disso o último caso notado data de 1979.

Neve no deserto do Saara fotografada por Karim Bouchetata

Neve no deserto do Saara fotografada por Karim Bouchetata

Neve no deserto do Saara fotografada por Karim Bouchetata

Estar no lugar certo e no momento certo é variável determinante para se conquistar a foto perfeita, e por isso Karim foi premiado com algumas das mais incríveis fotografias de neve sobre o Saara que se tem notícia. Os incríveis padrões que o gelo formou sobre o areia, assim como a sobreposições de cores e sensações para quem vê as fotos tornou o ensaio de Karim em obra ainda mais impactante – tão rara que parece mera montagem. A neve e o gelo derreteram rapidamente, mas posaram para as lentes de Karim registrarem o ocorrido.

Neve no deserto do Saara fotografada por Karim Bouchetata

Neve no deserto do Saara fotografada por Karim Bouchetata

Com uma área que se estende por mais 9,2 milhões de quilômetros quadrados por vários países do norte da África, o Saara e é o maior deserto quente do mundo, indo do Mar Vermelho até o Oceano Atlântico. Para além de sua dimensão, porém, ele é também conhecido por uma imensa amplitude térmica – e não é comum que após um dia superando a faixa dos 50ºC de calor, a noite caia para o frio de 0ºC. Nevascas recentes também foram noticiadas na Arábia Saudita, no Líbano, na Síria e no Irã, provocadas por uma onda polar que fez nevar onde normalmente só o calor impera.

Neve no deserto do Saara fotografada por Karim Bouchetata

Neve no deserto do Saara fotografada por Karim Bouchetata

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Publicidade

© fotos: Karim Bouchetata


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Essa pequena praia circular escondida no México parece saída de um sonho