Inspiração

Pais criam vaquinha para cuidar de bebê que nasceu com terceiro braço e metade do coração

por: Redação Hypeness

Um caso raro chamou a atenção em Praia Grande, cidade do litoral de São Paulo. O pequeno César, de 5 meses, depende de uma de uma vaquinha virtual para receber os cuidados médicos que precisa. Ele nasceu com metade do coração e três braços

Cesinha, como é conhecido, já passou por cinco cirurgias e acaba de sair da UTI da Beneficência Portuguesa. Segundo Michelle Fondos, mãe do bebê, ela e o marido só ficaram sabendo dos problemas após o nascimento. E não estavam preparados para tantos gastos. 

– Amazonas faz pedido para transferir 60 bebês prematuros por risco de falta de oxigênio

Pais criam vaquinha para cuidar de bebê que nasceu com terceiro braço e metade do coração

Ela disse, em entrevista ao UOL, que, durante o pré-Natal, tudo aparentava estar normal. “Fiz todos os exames de pré-natal e não acusou nada. Na hora, foi um susto. A única coisa foi que decidiram tirar ele ainda prematuro”, afirmou.

Michelle diz não saber quanto tempo de vida o jovenzinho, que segundo os pais é introspectivo e chora quando vê pessoas estranhas, tem pela frente. “A primeira pergunta que eu faço aos médicos é quanto tempo de vida ele tem. Mas, ninguém sabe ou pode me responder”, lamentou a mãe em entrevista ao G1.

– Bebê que nasceu em pleno voo vai andar de avião de graça para sempre

Vaquinha por Cesinha 

Cesinha nasceu com um terceiro braço, que tem duas mãos, mas os pais preferem não mostrar imagens do bebê para além do rostinho para não expor ainda mais a criança. O terceiro membro nasceu logo abaixo do braço direito e apresenta ter sistema nervoso e ossos, só que não se movimenta. 

Além disso, César também foi diagnosticado com a Síndrome da Hipoplasia do Coração Esquerdo, também conhecida como ‘coração pela metade’. A justificativa médica para a situação da criança, a princípio, é que César conviviva com um gêmeo siamês ao seu lado no útero, e que o organismo teria combatido um deles. 

– Mãe dá melhor resposta para vizinho insensível que reclamou do choro de bebê

A suspeita, no entanto, só poderá ser confirmada após a realização de um exame genético, que também tem um custo muito alto para os pais de Cesinha, que se afastaram de seus respectivos trabalhos para se dedicarem exclusivamente ao menino. A falta de dinheiro para a família arcar com o tratamento fez com que eles abrissem uma vaquinha para ajudar no acompanhamento do bebê de cinco meses. 

Publicidade

Foto: Reprodução/Instagram


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Casal com covid-19 tem último encontro em cama de hospital