Gastronomia

Uma das variedades mais caras de café do mundo é feita com cocô de pássaro

Redação Hypeness - 17/02/2021

O Jacu Bird Coffee é uma das variedades de café mais raras e caras do mundo. É feito a partir de cerejas do café ingeridas, digeridas e excretadas pelos pássaros Jacu.

Com cerca de 50 hectares, a Fazenda Camocim é uma das menores plantações de café do Brasil, mas ainda consegue arrecadar um bom lucro graças a este tipo de café muito especial e procurado.

Tudo começou no início dos anos 2000, quando Henrique Sloper de Araújo acordou e descobriu que suas preciosas plantações haviam sido invadidas por pássaros Jacu, uma espécie ameaçada de extinção, semelhante ao faisão, protegida no Brasil.

Eles não eram conhecidos por serem fãs de cerejas de café, mas pareciam amar o café orgânico de Henrique. Mas eles acabaram pagando pela refeição da maneira mais incomum.

A princípio, Henrique estava desesperado para afastar os pássaros de sua plantação. Ele chegou a chamar até a polícia ambiental para resolver a questão, mas não havia nada que alguém pudesse fazer para ajudar.

A espécie de pássaro era protegida por lei, então ele não podia realmente machucá-los de forma alguma. Mas então uma lâmpada acendeu em sua cabeça e o desespero se transformou em excitação.

Em sua juventude, Henrique era um surfista ávido, e sua busca por ondas para surfar o levou uma vez à Indonésia, onde foi apresentado ao Kopi Luak Coffee, um dos cafés mais caros do mundo, feito com grãos de café colhidos do cocô de Civetas da Indonésia.

Isso deu uma ideia ao proprietário. Se os indonésios podiam colher cerejas de café do cocô das civetas, ele poderia fazer o mesmo com o cocô de pássaros Jacu.

“Percebi que poderia tentar algo parecido no Camocim, com o pássaro Jacu, mas ter a ideia foi apenas metade da batalha”, disse Henrique à Modern Farmer. “O verdadeiro desafio estava em convencer meus colhedores de café de que, em vez de frutas vermelhas, eles precisavam estar caçando cocô de pássaro.”

Aparentemente, Sloper teve que transformar a caça ao cocô do pássaro Jacu em uma caça ao tesouro para os trabalhadores, dando-lhes incentivos financeiros para encontrar uma determinada quantidade de grãos de café excretados. Não havia outra maneira de mudar a mentalidade dos funcionários.

Mas coletar o cocô do pássaro Jacu foi apenas o início de um processo muito trabalhoso. As cerejas de café então tiveram que ser extraídas do cocô manualmente, lavadas e descascadas de suas membranas protetoras. É esse trabalho meticuloso que torna o café Jacu Bird consideravelmente mais caro do que outras variedades de café, mas não é o único fator.

Henrique Sloper de Araújo credita aos pássaros Jacu o excelente sabor de seu café gourmet, pois comem apenas as melhores e mais maduras cerejas que encontram, algo que ele observou em primeira mão.

“Assisti boquiaberto da minha sala enquanto o pássaro Jacu selecionava apenas os frutos mais maduros, deixando mais da metade do cacho, mesmo aqueles que pareciam perfeitos ao olho humano”, disse o proprietário da Fazenda Camocim.

Ao contrário do café Kopi Luwak digerido por civetas indonésias, os grãos se movem mais rapidamente através do sistema digestivo dos pássaros Jacu e não são degradados por proteínas animais ou ácidos estomacais.

As cerejas resultantes são torradas e supostamente a fermentação delas tem um sabor único de nozes com nuances de anis doce.

Por causa de sua qualidade e quantidades limitadas, o café Jacu Bird é uma das variedades de café mais caras do mundo, sendo vendido por R$ 762/quilo.

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.


Warning: file_put_contents(/var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/cache/twitter-stream-hypeness.txt): failed to open stream: Permission denied in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/social.php on line 410


X
Próxima notícia Hypeness:
Essa receita de bolo vegano sem açúcar nem farinha de trigo é apenas maravilhosa