Arte

Agenda Hype em casa: indicados ao Oscar, Duda Beat e Lygia Fagundes Telles nos destaques

Gabriela Rassy - 17/03/2021 | Atualizada em - 18/03/2021

Uma agenda cheia para uma semana cheia. Por que quanto mais tensa a situação, mais arte precisamos para segurar essa barra que é gostar de viver.

E por aí, as dicas começam com alguns dos indicados ao Oscar 2021 que estão disponíveis nos serviços de streaming desse Brasilzão. Já os amantes da literatura ganham um presente com a edição online da FLIMA, homenageando Lygia Fagundes Telles.

Nos lançamentos musicais, o novo brega pisêro com toque de terror de Duda Beat, os clipes retrôs com saudades do Carnaval da Orquestra Voadora, a Selvageria de Lila com Larinhx e os afetos de Fafá de Belém na Casa Natura. Falando em música, já começou o festival Mundo Pensante com uma programação fina e deliciosa.

Vem na minha!

#live

FLIMA – Festa Literária Internacional da Mantiqueira | YouTube da FLIMA
18 a 21 de março
Grátis
A FLIMA 2021 acontece de forma online e faz uma homenagem a uma das maiores escritoras brasileiras: Lygia Fagundes Telles. A programação especial em torno da autora e sua obra é composta de mesas de debates, um encontro com tradutores de seus livros e uma mini mostra de cinema com documentários sobre Lygia e filmes baseados em seus contos e romances. Entre os destaques da programação audiovisual estão o documentário “Narrarte” (1990), dirigido por Goffredo Telles Neto, único filho de Lygia, e o curta-metragem “A barca” (2019), de Nilton Resende, também escritor e professor universitário, grande especialista na obra de Lygia. O evento traz ainda oito mesas de debate com escritores, poetas, jornalistas, acadêmicos e quatro performances poético-musicais. Em paralelo à programação adulta, e em horários não coincidentes, a Fliminha realizará dez atividades para crianças, famílias e educadores com autores, ilustradores, contadores de história, músicos, educadores e pesquisadores de literatura e infância. Entre os convidados da programação adulta e infantil, há autores de Portugal, do Chile e dos Estados Unidos.

Lygia Fagundes Telles

Lygia Fagundes Telles completa 98 anos em abril de 2021

Festival Mundo Pensante
17 a 27 de março
Grátis
A casa referência da boa música no Bixiga faz a 10ª edição do festival em versão online. Com curadoria do designer, músico, produtor e fundador do Mundo Pensante, Paulo Papaleo, o evento abre os trabalhos com a Oficina de Comunicação e Música de Bia Bem e com a Oficina de Acessibilidade Cultura de Luiza Caspary, além das rodas de conversa sobre direitos autorais, festivais independentes, distribuição divital, entre outras. Na próxima semana acontecem shows de Anelis Assumpção, Chico César, Di Melo, Funmilayo Afrobeat Orquestra, Luê, Metá Metá e UriaS, com DJ Vivian Marques e DJ NUts no comando das pick-ups.

Afetos com Fafá de Belém | IGTV Casa Natura Musical ou canal do Youtube
Quinta, 19h
Grátis
Fafá de Belém e sua filha, Mariana Belém, são as convidadas deste lindo projeto que apresenta um bate-papo de camarim íntimo e acolhedor. As mulheres foram as mais afetadas emocionalmente pela pandemia. Por isso, em março, a Casa expressa sua urgência em levantar esses assuntos numa série de conversas com artistas mulheres, como elas tão lidando com esse período de isolamento e como a música pode ser um alívio nesse momento.

Festival Rockit! | Youtube
17 e 21 de março
Grátis
Sem palcos para shows, apresentações artísticas feitas em casa tornaram-se regra desde o início da pandemia do novo coronavírus. Mas a lacuna deixada pela falta da estrutura de um estúdio profissional é impactante, especialmente para nomes da produção cultural alternativa do país. É pensando nisso que o  – evento idealizado pelo produtor Estevão Casé – coloca no mundo a sua segunda edição. Na programação, Lucas Vasconcellos, Seletores de Frequência, Meia Banda e o Fira Banaba, desta vez ao lado de Nina Becker.

Encontro Virtual com Poetas Populares | canal oficial no YouTube,
Dia 20 de março, às 16h
Grátis
Ao todo, o projeto vai apresentar os versos e a prosa de 16 grandes cordelistas – do sergipano octogenário João Batista Melo, com mais de 150 livretos publicados e carta da ONU, até o capoeirista carioca Victor Lobisomem, beirando os 5o anos – alinhavados em oito temas, com dois artistas por vez, em conversas ao vivo mediadas por estudiosos e conhecedores deste universo. Nesta semana, a programação traz “Os Poetas e a Produção da Literatura de Cordel no Nordeste para além do Cangaço”, com Klévisson Viana e Anilda Figueiredo e mediação de Claudia Marcia Ferreira, diretora do Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular.

Sonhos Movediços com Nathalia Leal | Youtube
Quinta-feira, dia 18 de março, às 20h
Grátis
Meneio, quarteto paulista conhecido por sua música sensorial e narrativa, que se inspira no trip hop, post rock e trilhas sonoras, dá sequência a temporada de shows online convidando a poeta, artista visual e produtora cultural Nathalia Leal para apresentação inédita. No repertório da apresentação, os álbuns Meneio (2015) e Movediço (2019), além de alguns temas inéditos, conduzem interferências mútuas que buscam experimentar as fronteiras entre a música instrumental e a poesia falada (spoken word).

Dia Internacional da Francofonia
Sexta 19h, sábado 15h e domingo 11h
Grátis – inscrição é feita pelo site Sympla.
O tradicional Cine-Conversa está de volta com um debate a partir do curta-metragem Maioria Oprimida com a diretora francesa Éleonore Pourriat e Bruna Rangel, editora de conteúdo, autora e colunista do @naokahlo; os pequenos podem conferir a contação de histórias A Força Da Palmeira; o Grupo Tapa faz uma leitura online da peça Entre Quatro Paredes, de Jean-Paul Sartre; a iN SAiO Cia. de Arte mostra o espetáculo de dança Platô ; entre outras atrações.

Favelinha em Ação
Domingo, 21, às 17h
Grátis
O programa online conduzido por Kdu dos Anjos, com apresentações de artistas mineiros, bate-papos, desfiles de moda e batalhas de dança, chega ao 4º episódio. A proposta do projeto é mostrar para o Brasil toda a potência criativa e cultural que sai dos becos e lajes da maior favela de Minas Gerais. Com uma programação extensa e diversa, os 4 episódios contarão com “canjas” de artistas da cena musical de BH convidados, bate-papos, batalhas de passinho, desfiles de moda do Favelinha Fashion Week e muito mais.

#lançamento

Duda Beat | Meu Pisêro
O brega pop trabalhado na sofrência está de volta neste lançamento de Duda Beat. Inspirada nos filmes de terror, com uma pegada retrô, ela protagoniza uma história cheia de surrealismo e amor. “O amor é o que assombra, que te acorda de noite, que te assusta e faz tremer. O fim de um relacionamento, as faltas de resposta sobre o motivo de aquilo ter acontecido, o que deu errado e o que poderia ter sido diferente.”

Orquestra Voadora | Pernas Voadoras
A faixa ganhou nada menos que 8 clipes que fazem uma viagem no tempo ao Rio de Janeiro de um passado futurista. Uma fantástica minissérie que traz aquele quentinho no coração dos foliões órfãos de Carnaval. A produção contou com participação de alunas, alunos, professores das Oficinas e integrantes da Orquestra Voadora, chegando juntinho do aniversário da banda, completando 13 anos da voos ininterruptos.

Mooniz | Mergulho
Debruçar-se sobre os questionamentos existenciais, sentir e curar-se.  Foi passando por esse processo e transformando a dor em arte, que o pernambucano Mooniz compôs seu disco de estreia “Mergulho”, um projeto auto produzido durante a pandemia. O artista convidou nomes como os americanos Polyenso para somar na faixa Palco e Lucas Silveira, vocalista do Fresno, imprimiu sua essência vocal em Desmantelo. Ambas as faixas foram lançadas como prenúncio do disco, em formato de single.

Caeté Raiz | Anjo do Ar
Gravado em Vale do Capão, na Chapada Diamantina – BA, onde os integrantes do grupo musical multinacional vivem, a música é um afrobeat e a produção audiovisual embarca em duas narrativas opostas com imagens ora em preto e branco, ora com cor.

Bando À Flor da Pele | Feira Jacobina
Foi numa viagem de bicicleta entre as cidades de Feira de Santana e Jacobina, ambas no interior da Bahia, que o compositor Sandro Souza criou a música “Feira Jacobina” e deu de presente para sua antiga banda, o Bando À Flor da Pele. A música sai em parceria com o selo Banana Atômica e traz uma celebração do interior e um clima de retorno às suas raízes.

Lila feat. Larinhx | Selvageria
A faixa dançante, um funk produzido por Larinhx (Heavy Baile, Rosa Neon) que também canta na abertura, é uma ode ao arquétipo da mulher selvagem e todas as imagens de poder feminino. Lila vem se aprofundando no assunto desde a gravidez do seu primeiro filho. Com dois singles do disco Puérpera (previsto para maio deste ano) já lançados, ela abre um parêntese para colocar no mundo uma música que ficou fora do disco pela vontade de produzi-la com uma outra mulher. Selvageria é um convite ao corpo e a alma para se libertar das amarras e trazer a essência pra rebolar.

Italo Azevedo feat Gabriel Aragão | Tempo de Partir
Esquentando a estreia do seu próximo disco, “Ensaio sobre o Tempo”, Italo Azevedo apresenta mais uma das faixas que compõem o projeto. Dessa vez, em parceria com Gabriel Aragão, do Selvagens à Procura de Lei. A canção é um convite ao passado, reverenciando memórias sem, necessariamente, estar ou ficar preso no que já passou. Com clima rock, pop e indie, o projeto ganhou videoclipe conceitual e guiado por metáforas que se encaixam com a narrativa proposta pela música. A direção, fotografia e roteiro são de Camila de Almeida. A montagem e finalização ficou por conta de Gabriel Araújo. O ator Tiago Pedro faz participação especial.

Le Tour Du Monde | Curious Eyes
Conhecidos pelas viagens que fazem ao redor do mundo – compondo canções originais inspiradas nas cidades que visitam, buscando músicos locais, instrumentos típicos e o som ambiente de cada região – a banda divulga videoclipe para a inédita Curious Eyes. A faixa, com atmosfera folk, é resultado da experiência vivida pelo duo, em janeiro de 2018, no Cairo. Disponível em todas as plataformas digitais, o registro conta com a participação do artista egipcio Hany Must nos vocais e também na composição.

#podcast

Prosa | Cultura do Cancelamento e Reality Shows
O podcast do Hypeness convida os colunistas do portal UOL e especialistas e reality shows, Aline Ramos e Chico Barney, para falarem sobre um dos temas mais polêmicos da história: cultura do cancelamento e sua relação com reality shows, sobretudo o ‘Big Brother Brasil’.

Era Uma Vez…São Paulo – 10 Anos Depois
O Sesc São Paulo convida Tata Amaral para o quarto episódio da série. Diretora de obras que são parte crucial da história do cinema paulistano e brasileiro, Tata assina obras como “Antônia”, “Um Céu de Estrelas”, “Através da Janela” e “Trago Comigo”. Na conversa com Flavia Guerra, a diretora relembra a conversa com o crítico Christian Petermann, realizada há uma década, comenta sobre suas principais referências no cinema, fala de sua profunda relação com a metrópole e de como a cidade entra em suas narrativas, além de contar sobre seus novos projetos. Os episódios mesclam trechos dos debates originais, com destaque para a contribuição de Petermann, falecido em 2016, em uma nova conversa com os diretores, que revisitam seu cinema e atualizam sua trajetória e sua perspectiva sobre o cinema paulistano e brasileiro.

#cinema

Indicados ao Oscar 2021
Alguns dos filmes indicados à maior premiação do cinema norte-americano estão disponíveis em streaming e venho aqui dar algumas boas dicas para chegar na cerimônia sabendo tudo! Mank, filme de David Fincher que conta a história dos bastidores de Cidadão Kane, recebeu dez indicações para o Oscar, entre elas melhor filme, direção e ator (Gary Oldman). O longa está disponível na Netflix. A Voz Suprema do Blues, último trabalho de Chadwick Boseman concorre a cinco estatuetas, entre elas melhor atriz para a deusa suprema Viola Davis e melhor ator para o próprio Boseman. O segundo filme do personagem criado por Sacha Baron Cohen, Borat: Fita de Cinema Seguinte, indicado por melhor atriz coadjuvante para Maria Bakalova e melhor roteiro adaptado está na Amazon Prime. Em xartaz na Netflix, Os 7 de Chicago concorre em 5 categorias, incluindo melhor filme, ator coadjuvante (Sacha Baron Cohen) e roteiro original. Já O Som do Silêncio está no Amazon Prime Video e levou seis indicações, como Melhor ator para Riz Ahmed, filme, montagem e roteiro original. Já dá para começar a atualizar seu catálogo pessoal 😉

#cênicas

Cordel Viajante | Youtube
7 de março a 11 de abril
Grátis
O espetáculo musical é uma viagem musical pela cultura popular brasileira, que une forró, poesia de cordel e xilogravura. O projeto é do Núcleo Artístico Forró do Candeeiro, com texto do poeta e escritor baiano Marco Haurélio e direção de João Paulo Lorenzon. O show conta a história de Juarez, que viaja pelo sertão nordestino para reencontrar sua amada Maria, depois de tentar a vida na cidade grande. É em busca de seu amor e de suas raízes que ele atravessa esta jornada musical. O público acompanha a viagem mergulhando nas paisagens, sensações e particularidades do sertão nordestino através da música e da poesia de cordel. A viagem atinge o seu ápice quando ele, enfim, reencontra Maria, em meio a um céu estrelado e a uma linda Festa de São João.

Os Fins do Sono, do Coletivo Cardume de Teatro
Espetáculo transmitido pela plataforma Zoom
19 de março a 9 de abril – Às sextas, aos sábados e aos domingos, às 20h
Grátis e por contribuição livre
A obra de Crary sugere que o contexto social e econômico no qual vivemos nos impulsiona em direção a uma rotina de produção ininterrupta, na qual o expediente de trabalho dura 24 horas por dia e 7 dias por semana. Dentro dessa perspectiva, o período de sono se apresenta como o último espaço “não-comercializável” de nosso cotidiano. A dramaturgia da peça parte dessa crítica para imaginar uma realidade distópica, na qual uma cadeia de satélites em fase experimental passa a refletir a luz solar ininterruptamente sobre uma cidade grande, instaurando o fim da noite.

#delivery

Musas do Verão 2021 da Cervejaria Nacional
Celebrada anualmente no mês de março, a edição do projeto Musas do Verão da Cervejaria Nacional, tem como objetivo convidar mulheres que atuam no mercado cervejeiro para criação de uma nova sazonal, e representa uma clara oposição à desvalorização do gênero feminino neste nicho. Assim, nasce Lélia, criada por Eneide Gama e Melissa Miranda (Benedita), e Carol Chieranda (Trilha), disponível a partir de 15 de março via delivery nas unidades Pinheiros e Tatuapé. A cerveja Lélia (R$ 32 – 1l) é uma Saison, estilo leve e bem aromático, preparada com Seriguela, Manjericão-Limão. O nome é uma homenagem à Lélia Gonzalez, intelectual, ativista e pioneira nos estudos de gênero e cultura negra no Brasil. Já a seriguela é uma referência ao Nordeste do País.

Mesa III
Para a Páscoa em família, a chef Ana Soares prepara em sua Mesa III Rotisseria uma seleção de pratos que reúne massas recheadas e seus molhos, entradas e acompanhamentos, assados no forno a lenha e sobremesas – com e sem chocolate. O cardápio estará disponível a partir do dia 19/03, à pronta entrega. Pela loja virtual loja.mesa3.com.br, os produtos disponíveis são entregues em até 1h para toda a cidade de São Paulo, para pedidos feitos dentro do horário de funcionamento da rotisseria. Destaque para as Empadas de Bacalhau (R$75, com seis unidades), Camarão (R$57, com seis unidades) ou Palmito (R$48, com seis unidades); entre as massas e molhos, especialidades da casa, Panzerotti de bacalhau e palmito fresco (R$57,50, 500g) acompanhado de molho Delicado de tomates (R$32,50, 500ml).

Murakami
Todos os dias Mura cria um novo cardápio e envia de manhã para uma base de clientes por whatsapp, para retirada, composto basicamente por dois menus: o chamado de “Experiências”, uma sequência em 6 etapas (entre pratos frios, quentes e sobremesa – R$ 300), como era servido no restaurante físico, ou uma seleção de sushis com 18 variedades (entre peixes, frutos do mar e ovas, sem makis), cujo preço varia conforme o wassabi usado: com o fresco (no menu está como selvagem, de fornecedor próprio, exclusivo do restaurante), ralado na hora do pedido, sai por R$ 400, já com o wassabi em pasta da casa, R$ 300. A opção vegana “Terra”, com sushis de legumes (18 variedades), sai por R$ 200; e o “À La Carte”, que engloba entradas a partir de R$ 30 (como a Nasu Misso Shoga (foto, R$ 30) – Berinjela japonesa com molho de shissô e gengibre), sashimis e pratos de assinatura do chef a partir de R$ 50, como o Ebi Tamago Don (R$ 120) – Tempura de camarão, gema Yamaguishi e molho teriyaki sobre gohan e o Wagyu Katsu Kare (R$ 100) – Ancho de wagyu empanado e curry japonês sobre gohan. Menus personalizados para datas comemorativas, reuniões ou para presentear também podem ser encomendados para retirada. O Murakami atende pedidos das 18h às 21h, de segunda a sábado, pelo telefone 3064-8868 ou pelo whatsapp 97103-1186.

Publicidade


Gabriela Rassy
Jornalista enraizada na cultura, caçadora de arte e badalação nas capitais ensolaradas desse Brasil, entusiasta da cena musical noturna e fervida por natureza.