Debate

Auxílio emergencial define data para depósito de 1ª parcela

por: Yuri Ferreira

O Ministério da Cidadania anunciou as datas de entrega das parcelas no novo auxílio emergencial, uma continuação do programa instaurado no ano passado. O valor dado pelo governo federal irá variar entre R$ 150 e R$ 375 e será distribuído pelo Caixa TEM, mesmo aplicativo de poupança social utilizado no ano passado.

– Auxílio emergencial por coronavírus foi solicitado por um terço das classes A e B 

Após demora e pressão de estados e municípios, auxílio emergencial finalmente vai socorrer brasileiros em um dos momentos mais graves da história da economia brasileira

As parcelas começarão a ser pagas a partir do dia 16 de abril e o valor será definido em cálculo que leva em conta a composição familiar declarada pelos beneficiários no ano passado. Os valores também serão distribuídos separadamente. Confira a data a partir do número final do seu NIS (Número de Inscrição Social).

– Governo veta acesso prioritário de mães solo ao auxílio emergencial e pode reforçar fraudes de ex-companheiros 

auxílio emergencial

Auxílio será distribuído em quatro parcelas e valores mudam de acordo com composição familiar

Serão atendidos pelo programa famílias com renda máxima de 3 salários mínimos cuja distribuição seja, no máximo, de meio salário mínimo per capita, ou seja, o valor total da renda da família dividido pelo número de integrantes deve ser de R$ 519,50, segundo o Ministério da Cidadania.

Segue a divisão de composição familiar:

  • Famílias ganham R$ 250;
  • Uma família dirigida por uma mulher solteira receberá R$ 375;
  • Quem mora sozinho recebe R$ 150.

Não é necessário fazer atualização cadastral se você já foi beneficiário no ano passado e também não é preciso atualizar seu aplicativo Caixa Tem para a nova rodada de pagamentos. Serão quatro parcelas de valor fixo. O pacote foi aprovado pelo Senado Federal e sofreu resistência da gestão Jair Bolsonaro para ser aprovado.

– Karin Hils, ex-Rouge, revela ter pedido auxílio emergencial e que vida ‘virou do avesso’ com pandemia

Caso você não saiba o número do seu Número de Inscrição Social, basta consultar a sua Carteira de Trabalho ou site do Ministério da Cidadania, através da opção Meu Cadúnico.

Para quem recebe Bolsa Família, a regra continua sendo a mesma do ano passado: para o beneficiário, vale o valor maior. Ou seja, se você recebe um valor maior de Bolsa Família, será esse o depositado em sua conta.

Para saber mais: Caixa Tem

Publicidade

Fotos: © Getty Images Foto 2: Reprodução/TV Globo


Yuri Ferreira
Jornalista formado na Escola de Jornalismo da Énois. Já publicou em veículos como The Guardian, UOL, The Intercept, VICE, Carta e hoje escreve aqui no Hypeness. No twitter, @porfavorparem.


X
Próxima notícia Hypeness:
Advogado é visto sem roupa em sessão: ‘Tem alguém nu aí’