Diversidade

‘BBB’: Pocah diz que ‘pessoas morrem por brincadeiras assim’ e chama atenção de Rodolffo por ‘piada’ com saia de Fiuk

Karol Gomes - 23/03/2021

Rodolffo foi parar no paredão do ‘Big Brother Brasil’ por ter feito comentários machistas e homofóbicos que incomodaram o líder da semana, Gilberto. Na última madrugada, Pocah conversou com o emparedado sobre o problema. 

Eles relembraram a fala do sertanejo sobre a roupa que Fiuk usou na última festa do reality show. O filho de Fábio Jr. oprtou por um vestido enviado pela produção, respeitando a preferência do brother por roupas femininas. Segundo Rodolffo, ele não levaria Fiuk para uma balada em Goiânia por causa das roupas que ele usa. 

– ‘BBB’: Arthur é alvo de pedidos de expulsão após fãs denunciarem beijo forçado em Carla Diaz

Rodolffo fez comentários machistas sobre Fiuk

O emparedado se defendeu dizendo que a fala foi em tom de brincadeira, ao que Pocah respondeu. “É, mas esse tipo de brincadeira ofende, machuca e tipo assim, é uma causa… Você ofende muitas pessoas. E aí, o que acontece, lá fora pessoas morrem por conta de brincadeiras assim”, argumentou a cantora.

– ‘BBB’: Nego Di é notificado judicialmente pela Globo e Projota chora no ‘Mais Você’

O sertanejo disse a Pocah que não é a primeira vez que alguém fala sobre as roupas de Fiuk e que isso já foi assunto na família dele. A funkeira também rebateu, “não é porque a mãe dele falou ou deixou de falar, que a gente tem que falar também, né”, respondeu Pocah.

Preconceito no BBB

A postura de Rodolffo já havia sido assunto entre Fiuk e Gil noite da festa, que aconteceu no último sábado (20). “O Rodolffo fez um comentário hoje que me deixou chateado. Acha que eu viajei?”, indagou o filho de Fábio Jr.

– Karol Conká diz ter ‘muito a aprender’ com Lucas, que pede acolhimento: ‘Não desejo ódio’

Gil concordou com Fiuk, dizendo que o brother “não viajou”. “Já deu de fazer essas piadas, né? É 2021, já deu, né? Na própria prova (do líder), ele já tinha feito as piadas do meu cabelo”, continuou Fiuk, que concluiu: “Machista é ele, não a galera de Goiás”, rebateu Fiuk.

Pocah chamou a atenção do cantor sertanejo

Juntos, os dois concluíram que, mesmo que tenha sido dito na intenção de brincadeira, o comentário de Rodolffo não deveria ser perdoado. Gil disse ainda ter se sentido ofendido por ser homossexual.  Ao indicar Rodolffo ao paredão no domingo (21), Gil não escondeu que foi difícil tomar essa decisão e deixou claro que foi uma escolha acima do jogo.

– Carla Díaz chora ao falar sobre câncer de tireóide: ‘Muita coisa mudou’

Imaginei que seria mais fácil. Não dá para ser coração o tempo inteiro, e nem seguir a razão o tempo inteiro. Eu tinha várias opções, mas não permitiria que a minha intuição fosse deixada de lado. Ontem, tiveram duas piadas que aconteceram que me tocaram, me deixaram agoniado no momento. Durante o dia de hoje, fiquei refletindo bastante sobre. Eu preciso me posicionar. Infelizmente, é alguém que eu estava criando uma relação forte aqui dentro, me dói muito tomar essa decisão. Só que, infelizmente, hoje minha indicação é o Rodolffo. 

Fiuk gravou vídeo sobre sua escolha de roupas antes de entrar na casa

– Cancelamento e reality shows: ‘Prosa’ debate tema polêmico com Aline Ramos e Chico Barney

Fiuk já sabia

Fiuk ficou extremamente incomodado com as críticas carregadas de homofobia de Rodolffo, mas já imaginava que seria alvo de atitudes assim por seu gosto por moda. 

Seguindo os moldes das redes sociais da participante da edição anterior do ‘BBB’, Manu Gavassi, Fiuk deixou vídeos pré-gravados para serem usados por sua equipe durante o confinamento. Em um deles, o ator e cantor fala sobre suas roupas. 

– ‘BBB21’: influencer causou polêmica ao gravar vídeo cuspindo na boca de gato

“Eu sei que para algumas pessoas é meio difícil de aceitar, me ver como sou, mas é o que temos para hoje. Esse sou eu, o jeitinho que sou”, disse Fiuk, após repetir em ironia frases como: “Ah, que roupas são essas, usa saia…”. O vídeo foi acompanhado de um texto da equipe, com o título:“homofobia e machismo não são piada”.

Publicidade

Fotos: Reprodução/TV Globo/Globoplay


Karol Gomes
Karol Gomes é jornalista e pós-graduada em Cinema e Linguagem Audiovisual. Há cinco anos, escreve sobre e para mulheres com um recorte racial, tendo passado por veículos como MdeMulher, Modefica, Finanças Femininas e Think Olga. Hoje, dirige o projeto jornalístico Entreviste um Negro e a agência Mandê, apoiando veículos de comunicação e empresas que querem se comunicar de maneira inclusiva.


X
Próxima notícia Hypeness:
Estudante denuncia racismo por foto de cabelo black power: ‘Rodolffo, vem aqui’