Debate

Covid: Luisa Mell diz que teve medo de morrer e cobra atitude por vacinas

Redação Hypeness - 17/03/2021

A influenciador digital Luisa Mell relembrou sua infecção por covid-19 e pediu celeridade na vacinação brasileira. A defensora dos direitos dos animais afirmou que teve muito medo de morrer pela doença. Ela contraiu o novo coronavírus no ano passado.

– Covid-19 matou 190% mais presos em 2021, mostra relatório do CNJ

Luisa Mell relembrou momentos com a covid-19 e exigiu mais celeridade dos governantes na imunização da população brasileira

Luisa Mell fez uma postagem para os seus mais de 3,7 milhões de seguidores no Instagram com uma foto da época em que pegou covid. Ela havia testado positivo para a doença em março de 2020, logo em que a pandemia chegou ao Brasil. Mell relembrou os piores momentos com o coronavírus.

– Como o Brasil se tornou o pior país na gestão da pandemia, segundo estudo

Eu tentava respirar, mas o ar não vinha… de tudo que passei na minha vida, nada foi mais assustador do que ter dificuldade para respirar. Deus vou morrer mesmo? Assim? Agora? E meu filho? E meus bichos? Pensava eu, enquanto tentava puxar o ar que n vinha. O desespero ainda era maior quando lembrava que meu amor, meu marido estava ainda em situação pior no hospital. Isto foi há 1 ano”, escreveu na legenda de uma foto em que aparece de máscara, da época em que pegou covid-19.

Ela também criticou manifestações anti-lockdown, falta de vacinas e a ausência de comoção com a tragédia sanitária brasileira. “Pelo amor de Deus: só a vacina vai nos tirar deste caos sanitário, econômico e moral! Os Pais que estão pressionando escolas para abrirem, que tal pressionarmos o governo para termos vacinas para os funcionários da educação? Manifestações para abertura do comércio?!? Por que não temos manifestações exigindo vacinas?!? Por que quase 300 mil mortos não causam mais comoção? O que aconteceu com meu povo solidário e amoroso?”.

– Covid: filho toca violino em velório a pedido da mãe que não resistiu ao vírus e se emociona

Até agora, apenas 10 milhões de brasileiros foram vacinados contra a covid-19. 25 estados estão com superlotações na UTI. Na última terça-feira (16), batemos o recorde de mortes pela doença em um dia; foram 2,800. São mais de 280 mil vidas perdidas para a covid-19. E está difícil ver a luz no fim do túnel.

Confira a postagem de Luisa Mell:

Publicidade

Fotos: Reprodução/


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.


X
Próxima notícia Hypeness:
Covid: deputados riem após primeiro-ministro citar crença do Brasil em cloroquina