Ciência

Egito descobre cemitério de 2 mil anos com 600 cães e gatos

Redação Hypeness - 04/03/2021 | Atualizada em - 09/03/2021

Pesquisadores poloneses encontraram cerca de 600 restos mortais de animais em um cemitério de dois mil anos, no Egito. 

Como Hollywood fez o mundo acreditar que as Pirâmides do Egito foram construídas por escravizados

De acordo com os cientistas, os corpos encontrados na necrópole são de gatos (cerca de 90% deles), cães (5%) e macacos (5%). Um estudo com os dados da descoberta foi publicado pelo jornal “World Archeology”.

O cemitério foi encontrado nas proximidades da cidade de Berenice, região próxima ao Mar Vermelho. Publicações científicas dão conta de que muitos dos animais encontrados ali ainda usavam coleiras mesmo agora, quando foram encontrados. 

Cidade com 7 mil anos acaba de ser descoberta no Egito

Esse fato ajuda os pesquisadores a identificarem que esses bichos eram domesticados mesmo naquela época. “Os egípcios não faziam isso para agradar deuses ou ter qualquer outro benefício”, explicou Marta Osypinska, da Academia Polonesa de Ciências, líder da pesquisa. 

Esses animais tinham que ser alimentados para sobreviver, às vezes com comidas especiais, no caso dos animais quase sem dentes”, conta a pesquisadora. 

Egito encontrou nada menos do que mais de 100 sarcófagos com 2,5 mil anos

Publicidade

Fotos: Marta Osypinska


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.