Debate

Jornalista é demitido por comentários racistas e machistas sobre Serena Williams

por: Karol Gomes

O repórter Rod Lederman foi demitido da rede Cumulus, responsável pela Rádio Buffalo, de Nova York, após comentários racistas contra Serena Williams. Lederman comparou a melhor tenista de todos os tempos com a atriz Halle Berry e a jornalista Gayle King, comparando a tonalidade de pele das três mulheres negras com torradas

Além de Lederman, outros dois jornalistas, Wealthy Gainler e Chris Klein, foram suspensos do trabalho após negociações em seus contratos. Gainler também perdeu a posição como porta-voz de duas outras atrações.

– Record associa Beyoncé com ‘magia negra’ e é criticada por racismo; veja vídeo

Serena Williams é a maior tenista de todos os tempos

Serena Williams

É estranho pensar que nem mesmo sendo a maior tenista do mundo, Serena Williams consegue escapar do racismo ou ser respeitada por repórteres esportivos. Ainda bem que a vencedora de 23 grand slams ão se deixa abalar e segue em frente com seu trabalho – que não se limita somente às quadras. 

Recentemente, a tenista revolucionou a indústria da moda ao lançar um vestido para todo os tipos de corpos. O modelo faz parte da sua grife, Serena. E, para a divulgação da peça, ela apareceu ao lado de mulheres de silhuetas diversas. O sucesso foi tanto que a grife continuou reproduzindo diferentes peças que cabem em todos os corpos.

– Vampeta minimiza racismo sofrido por Gerson e chama mulheres de ‘primas’ em fala sobre assédio

Serena também está atuando como produtora de televisão ao lado de Behnaz Ghahramani. A norte-americana participa de episódio que apresenta conversas e convidam os espectadores a se colocarem no lugar de uma personagem para aprender com com sua história de vida. 

Happy Serena Williams GIF by WTA - Find & Share on GIPHY

Isso tudo sem mencionar sua carreira no tênis, não é mesmo? Alugém sabe quem é o autor dos comentários racistas? Pois é, viva Serena Williams! 

Publicidade

Foto: Getty Images


Karol Gomes
Karol Gomes é jornalista e pós-graduada em Cinema e Linguagem Audiovisual. Há cinco anos, escreve sobre e para mulheres com um recorte racial, tendo passado por veículos como MdeMulher, Modefica, Finanças Femininas e Think Olga. Hoje, dirige o projeto jornalístico Entreviste um Negro e a agência Mandê, apoiando veículos de comunicação e empresas que querem se comunicar de maneira inclusiva.


X
Próxima notícia Hypeness:
Receita afirma que ‘só rico lê’ e reforça preconceito de classe brasileiro